Notícias

Saída de Warren DeMartini do Ratt foi mais simples do que parece, segundo Pearcy



(Foto: Coach Koenig / Twitter)

O Ratt estreou uma nova formação durante o último fim de semana, em show nos Estados Unidos. Da line-up anterior, restaram apenas o vocalista Stephen Pearcy e o baixista Juan Croucier, já que os guitarristas Warren DeMartini e Carlos Cavazo e o baterista Jimmy DeGrasso estão fora da banda – eles foram substituídos por Jordan Ziff, Chris Sanders e Pete Holmes, respectivamente.

Em entrevista ao jornalista Eddie Trunk (transcrição via Ultimate Classic Rock), Stephen Pearcy revelou que a razão da saída de Warren DeMartini, único membro original entre os três que deixaram a banda, foi mais simples do que parece. De acordo com o vocalista, o guitarrista não desejava excursionar, enquanto outros integrantes queriam.

Ratt estreia nova formação em show nos EUA; veja vídeos e repertório

“O que aconteceu foi que algumas pessoas queriam trabalhar – nem digo trabalhar, algumas pessoas não querem sair e se divertir. Warren simplesmente não queria. E quando você tem uma empresa, essa empresa não precisa parar se a maioria deseja seguir em frente”, afirmou.

A formação com Pearcy, Croucier, DeMartini, Cavazo e DeGrasso fez uma série de shows de reunião em 2017 após os direitos sobre o nome Ratt terem sido retomados por eles. Em anos anteriores, o baterista Bobby Blotzer excursionava com a marca da banda com uma line-up completamente diferente.

Apesar de terem retomado o controle do nome Ratt, os músicos não estavam de acordo sobre a continuidade da banda. “Achamos que as coisas estavam indo bem, mas descobrimos depois que havia outras coisas acontecendo com esse cara”, disse Pearcy.

Agora, com Jordan Ziff, Chris Sanders e Pete Holmes, o vocalista disse que queria “limpar a casa e se divertir”. “Chega de drama, já passamos por muito disso. Sei que é louco, mas apenas estou seguindo adiante, Juan e eu, e tentando manter algum legado. Vamos superar isso. Queremos gravar músicas novas, excursionar pelo mundo e fazer coisas que não pudemos fazer no último ano e meio”, concluiu Stephen.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.

Mais notícias sobre:
Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *