Notícias

O que pensa o Pearl Jam sobre a reação odiosa à sua opinião política



O Pearl Jam nunca escondeu sua posição política. Desde os velhos tempos até os dias de hoje, com duras críticas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e algumas de suas políticas.

Devido ao posicionamento claro relacionado ao assunto, o Pearl Jam sempre divide opiniões quando fala sobre política ou sociedade. Há pessoas que apoiam a visão da banda ou mesmo não concordam, mas acham saudável que se manifestem. Contudo, muitos discordam das posições dos músicos e acreditam que eles devem ficar em silêncio em vez de falar sobre tais temáticas.

– Leia: Pearl Jam dá boas-vindas ao balão ‘bebê Trump’ em Londres

Em entrevista à revista Kerrang!, o baixista Jeff Ament comentou sobre a opinião dividida do público com relação ao posicionamento do Pearl Jam. O músico afirmou não ligar para os comentários de ódio e disse que é bom ter reações, sejam positivas ou negativas. Aparentemente, sua visão reflete a dos demais integrantes.

“Venho de um background ligado ao punk rock, então, eu amo essas coisas. Amo quando as pessoas ficam bravas ou tristes e reagem. Essa é a melhor arte: a que gera a reação de alguém, seja de pura alegria ou puro ódio. Acho que ambos são bons”, afirmou Ament.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *