Curiosidades Notícias

Ozzy não era exatamente o que Randy Rhoads queria, diz produtor



O produtor Max Norman falou sobre o guitarrista Randy Rhoads, morto em 1982, em entrevista a Eddie Trunk (transcrição por Ultimate Guitar). Norman trabalhou nos dois primeiros álbuns solo de Ozzy Osbourne, com quem Rhoads tocava.

Durante o bate-papo, Max Norman foi questionado sobre a relação de Randy Rhoads com a música do Black Sabbath, banda que alçou Ozzy Osbourne ao estrelato. Muito se diz que Rhoads não gostava tanto do material do grupo – ele mesmo disse isso em 1981.

Max Norman disse que nunca percebeu que Randy Rhoads não gostava de Black Sabbath. “Nunca tive a impressão de que ele não gostava. Nunca vi esse lado nele”, disse.

Segundo Norman, “Randy nunca ficou empolgado de verdade”. Ele disse, ainda, que não percebeu nada de anormal na época. “Nunca surgiu em mim que ele não queria estar lá, ou que não era essa direção que ele gostaria de ter seguido”, afirmou.

Em seguida, o produtor disse que, algum tempo depois, notou que Randy Rhoads queria seguir por outros caminhos na música. “Posteriormente, ficou evidente que aquilo não era exatamente para onde ele gostaria de ir. Mas ele parecia normal para mim. Era um cara quieto, trabalhava muito, não farreava”, pontuou.

Veja também:
– Ozzy Osbourne seria tão grande sem seus guitarristas?
– E se Randy Rhoads não tivesse morrido?
– Randy Rhoads: uma reveladora entrevista da mãe após a morte dele


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *