Varg Vikernes é condenado a seis meses de prisão por racismo e xenofobia

O músico Varg Vikernes, único integrante do Burzum, foi condenado a seis meses de prisão pelo tribunal de justiça francês.
Condenado por incitar racismo e xenofobia por meio de publicações na internet, Varg Vikernes também terá que pagar uma multa de 8 mil euros para o governo da França, pelos crimes cometidos.
Vikernes teve problemas com a justiça no ano passado, quando foi preso com sua esposa. Ambos foram acusados de planejarem ataques terroristas. Ele ficou conhecido por ter assassinato Euronymous, da banda Mayhem, em 1993. No ano seguinte, foi condenado a 21 anos de prisão, mas cumpriu apenas 16. Foi liberado em 2009, quando passou a morar na França.

Leia também:  Destruction fará 4 shows no Brasil em outubro

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasVarg Vikernes é condenado a seis meses de prisão por racismo e...
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades