Frank Carter e músicos do Sex Pistols anunciam shows tocando “Never Mind the Bollocks”

Arrecadação das duas apresentações será usada ajudar a casa onde os eventos acontecerão: Bush Hall, em Londres

Três integrantes do Sex Pistols – o guitarrista Steve Jones, o baixista Glen Matlock e o baterista Paul Cook – confirmaram dois shows executando o álbum Never Mind the Bollocks, Here’s the Sex Pistols (1977). Rompidos com o vocalista John Lydon, os músicos contarão com Frank Carter (Frank Carter & The Rattlesnakes) como frontman.

As apresentações acontecem nos dias 13 e 14 de agosto. O local é o Bush Hall, em Londres. A arrecadação será usada para manter a casa, que funciona de forma independente, em funcionamento. Um levantamento indicou que o local teve um decréscimo de 24,5% de agendamento no ano passado, o que vem dificultando as operações.

- Advertisement -

Frank declarou, em nota oficial:

“Está sendo uma alegria do começo ao fim participar dessa ação. Quando o SEX PISTOLS chama, você atende. Estou muito animado para fazer parte disso.”

Paul Cook prosseguiu:

“Estamos fazendo um evento beneficente para o Bush Hall com o famoso Frank Carter. Vamos tocar músicas do Pistols porque eles precisam de apoio e dinheiro. Achamos que seria uma ótima maneira de impedir que a casa vá à falência. Este é o meu local de shows preferido. Cresci em Shepherd’s Bush e ainda moro por aqui. Seria uma pena vê-los desaparecer, queremos mantê-los na ativa. Então, todos, mãos à obra!”

Steve Jones fez uma provocação ao amigo.

“Se tudo der errado, é culpa do Paul.”

E Glen Matlock arrematou:

“Eu tendo a concordar com Steve. Espaços musicais menores são a alma da música nova. É nesses espaços íntimos que o talento bruto tem a chance de brilhar, onde as bandas podem realmente se conectar com seu público, onde o espírito da música ao vivo realmente ganha vida. Então, precisamos mantê-los funcionando.”

Leia também:  Metallica chega ao Fortnite como headliner de festival do game

Charlie Rayworth, atual proprietário da casa, agradeceu os esforços dos músicos.

“Adoramos apoiar a música e dar aos músicos uma plataforma para se apresentarem em nosso palco, um espaço íntimo, próximo e pessoal com o público. Queremos e precisamos continuar com isso. Então, um enorme agradecimento de todos no Bush Hall às lendas que são o Sex Pistols e Frank Carter.”

Sex Pistols e “Never Mind the Bollocks”

Lançado em 28 de outubro de 1977, “Never Mind the Bollocks” é considerado um dos pilares do punk enquanto movimento. O disco cumpriu seu maior objetivo, que era causar polêmica.

Várias lojas tradicionais se recusaram a comercializá-lo, por conta dos conteúdos gráficos e líricos. A repercussão negativa só serviu para alimentar a curiosidade, especialmente no Reino Unido, onde o trabalho chegou ao primeiro lugar em vendas.

A maior parte das passagens de baixo foi gravada pelo guitarrista Steve Jones. Glen Matlock gravou uma antes de sair e Sid Vicious outras duas. Como esperado – ou, até mesmo, planejado –, a banda implodiu durante a turnê de divulgação.

As brigas com John Lydon

As relações entre os membros da banda nunca foram as mais harmoniosas. Porém, atingiram o auge nos últimos anos, por conta da série “Pistol”, produzida pelo FX. Inspirada no livro “Lonely Boy”, biografia de Steve Jones, a obra causou discordância entre os instrumentistas e John Lydon.

O cantor chegou a se recusar a liberar o uso das músicas do grupo, alegando que a dramatização não representaria sua visão sobre os fatos. Os ex-colegas recorreram e garantiram o direito da utilização na justiça. Com isso, as comunicações foram cortadas em definitivo da parte do frontman.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasFrank Carter e músicos do Sex Pistols anunciam shows tocando “Never Mind...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades