Gene Simmons diz ganhar mais por show com banda solo do que com Kiss

Baixista e vocalista ressaltou não precisar mais se responsabilizar por questões estruturais, o que lhe gera economia

Aparentemente, Gene Simmons tem argumentos fortes para manter a carreira solo. Até naquilo com que mais se preocupa, o dinheiro, a coisa parece estar sendo lucrativa. Não apenas pelo interesse do público, que já o colocou em alguns dos principais festivais de rock e metal do planeta.

O baixista, vocalista e empresário também vem fazendo economias com o formato mais enxuto dos shows atuais. A parafernália e as demandas dos gigantescos concertos do Kiss ficaram para trás, lhe permitindo uma economia e menor necessidade de partilha dos lucros.

- Advertisement -

Disse o músico ao podcast Steve-O’s Wild Ride!, conforme transcrição do Blabbermouth:

“A propósito, eu criei um modelo de negócio que é simplesmente ‘semigenial’. Chego apenas com minha palheta. É isso. Não há empresário, nem roadies, nem caminhões, nem equipamentos. Tudo é fornecido pelo promotor. Os voos, os hotéis, todos os amplificadores, as baterias, tudo é alugado localmente. Esse é o custo do promotor e qualquer quantia de seis dígitos ou mais que houver, eu embolso. E eu literalmente ganho mais dinheiro por show sendo Gene Simmons e a Gene Simmons Band do que eu ganhava no Kiss. Não conto com roadies e todos o resto. Não há uma equipe de 60 homens, três ônibus de dois andares, jato particular de plantão sete dias por semana e 20 a 24 reboques de trator.”

Leia também:  Bon Jovi copiava o Journey, diz Neal Schon

Com isso, não é de se estranhar que Gene esteja empolgado com as possibilidades que estão sendo oferecidas.

“Já somos headliners de eventos. Estivemos em São Paulo, na América do Sul… Vamos para a Europa, onde seremos atração principal de outros festivais. Está sendo muito divertido.”

Gene Simmons no Brasil em 2024

A estreia da nova etapa da Gene Simmons Band aconteceu no Brasil, durante a edição mais recente do festival Summer Breeze.

Na resenha – que pode ser lida na íntegra clicando aqui –, Igor Miranda ressaltou:

“Por mais marqueteiro que seja, Gene sequer parece estar preocupado com o futuro. Obviamente, houve o cuidado de montar um bom espetáculo, com músicos competentes e um repertório que, mesmo sem as tão solicitadas canções lado B do Kiss, teve sentido na maior parte do tempo. Fora isso, o músico de 74 anos só quer curtir um pouco de seu legado fazendo o que fez a vida toda.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesGene Simmons diz ganhar mais por show com banda solo do que...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades