Black Sabbath não voltará, decreta Geezer Butler

Baixista reconhece que gostaria de fazer um último show da formação original, mas diz ter noção de que não acontecerá

Após muitas declarações que acenderam esperanças nos fãs, o baixista Geezer Butler decidiu jogar limpo e admitir que o Black Sabbath não voltará. Especulações recentes, iniciadas por Ozzy Osbourne, aventavam a possibilidade de um último show contando com os quatro membros originais.

Em entrevista ao BraveWords.com, o instrumentista decidiu não iludir o público. Apesar de reconhecer que gostaria de poder atender ao pedido dos adeptos, além da vontade pessoal, ele reconhece que a situação não é favorável.

- Advertisement -

Disse o artista:

“Ozzy tem me mandado mensagens sobre fazer um show final com Bill (Ward, baterista), mas isso simplesmente não vai acontecer. De minha parte, sempre disse que o Black Sabbath original nunca voltaria. Seria ótimo se rolasse, caso um milagre se concretizasse. Mas, em se tratando da saúde de todos, não consigo ver isso acontecendo. Eu adoraria, mesmo que fosse uma música final com os quatro originais. Certamente, uma turnê completa seria inviável.”

A demissão de Bill Ward

Butler também voltou a contar o seu lado da história envolvendo a exclusão de Bill Ward das duas últimas tours da banda. E escolheu não apontar dedos na hora de indicar o responsável.

“Fiquei surpreso quando voltei das férias durante a criação do álbum ‘13’ – a parte da composição. Todos nós fizemos uma pausa. Eu e minha esposa fomos para o Havaí e, quando voltamos, descobrimos que Bill tinha sido demitido. E nós ficamos tipo ‘Por que, o que está acontecendo?’ Até hoje ainda não temos a resposta de quem demitiu Bill e por quê. Houve rumores sobre sua saúde e esse tipo de coisa. Eu estava ouvindo as coisas do ‘13’ que fizemos com Bill e adorei. Realmente soava como o antigo Sabbath. Como os três primeiros álbuns, a bateria nele. Eu adoro esse tipo de coisa. Talvez tenha sido o produtor… não sei.”

Leia também:  Morre Tony Petri, baterista do Twisted Sister e The Plasmatics

Ainda assim, Geezer garante que a ideia era ter o colega na turnê, mesmo que apenas para participações especiais. Mas o próprio recusou.

“Oferecemos a Bill uma proposta para que tocasse duas ou três músicas. Mas sua resposta foi que era tudo ou nada. Simplesmente não poderíamos sair em uma turnê mundial e ter cancelamentos se algo acontecesse com ele. Então, tivemos que contratar outro baterista que sabíamos que estaria lá todas as noites e não tinha problemas de saúde. Não estou dizendo que Bill teria problemas de saúde, mas simplesmente não podíamos arriscar. E ele não estava disposto a fazer duas ou três músicas só para ver como seria.”

Black Sabbath, “13” e o fim

A bateria em 13 foi gravada por Brad Wilk (Rage Against the Machine), por indicação do produtor Rick Rubin. Para a turnê, Tommy Clufetos, da banda solo de Ozzy Osbourne, assumiu as baquetas.

O Black Sabbath realizou seu último show no dia 4 de fevereiro de 2017. A apresentação aconteceu em Birmingham, Inglaterra, onde a banda iniciou suas atividades.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasBlack Sabbath não voltará, decreta Geezer Butler
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades