A curiosa reação de Neal Schon a cover de Journey com Steve Perry

Guitarrista teve a mesma impressão de muitos outros fãs ao escutar regravação de “It Could Have Been You” feita pelo The Effect

A versão do The Effect para “It Could Have Been You”, com Steve Perry nos backing vocals, foi disponibilizada nas plataformas digitais na última terça-feira (7).

Diante disso, Neal Schon ofereceu sua opinião especializada no assunto. Não deixa de ser justo ele ter uma opinião, por ser co-autor da música, gravada originalmente pelo Journey em 1986.

- Advertisement -

O guitarrista respondeu a uma publicação no X/Twitter, feita pelo jornalista Mitch Lafon, sobre o lançamento da faixa. O comentário foi o seguinte:

“Esperava ouvir mais do Steve principalmente por causa do hype.”

A opinião de Schon reflete a reação de uma parcela de fãs frustrados com a cover. A voz de Perry surge bem discreta ao fundo da faixa.

Anúncios anteriores não confirmavam como seria a participação, o que levou muitos a acreditarem que ele assumiria vocais principais pelo menos em algum trecho. Ouça pelo YouTube a seguir.

A releitura foi lançada pelo grupo The Effect, que inclui na formação o guitarrista Trev Lukather e o baterista Nic Collins, respectivamente, filhos de Steve Lukather e Phil Collins. O tecladista Steve Maggiora, do Toto, e o vocalista Emmett Stang também fazem parte do lineup.

Por meio de uma postagem nas redes sociais, Steve revelou como a colaboração surgiu. Segundo relato do próprio, a ideia de dar uma nova cara para a faixa partiu dele, mas o convite para que participasse veio de Trev. 

Leia também:  A reação de Andreas Kisser a críticas por tocar com Ivete Sangalo

O artista escreveu no Instagram:

“Em 1986, o álbum ‘Raised on Radio’ do Journey foi lançado, com uma música que sempre pensei nela como um diamante bruto. Conheço Trev Lukather desde que ele tinha nove anos de idade e ele é um músico muito talentoso. Um dia estávamos conversando sobre sua nova banda, The Effect, e ele surpreendentemente mencionou que ‘It Could Have Been You’ é uma de suas faixas favoritas daquele disco. Eu disse a ele que sentia o mesmo e aí falei: ‘por que você não a regrava?’. Ele perguntou se eu cantaria se eles fizessem isso e eu respondi: ‘é claro, meu precioso!’. Devo dizer que cantar nessa faixa tão poderosa trouxe à tona em mim a experiência vocal que eu tinha anos atrás.”

Trev, por sua vez, publicou um longo texto, no qual destacou a admiração pelo vocalista e detalhou o processo de trabalhar em “It Could Have Been You”. A pressão veio não só por estar ao lado de uma de suas maiores admirações, como também por regravar uma composição do tecladista e sogro Jonathan Cain, pai de sua esposa Madison Leigh Lukather, como afirmou:

“Além do meu pai, Steve Perry tem sido um mentor para mim. Quando ele ouviu a minha banda, me ligou e expressou o quanto ele realmente amava o que estávamos fazendo. Isso significou o mundo. Na mesma ligação, comecei a ficar empolgado com uma música menos conhecida do Journey, ‘It Could Have Been You’. Surgiu a ideia de The Effect fazer nossa própria versão. Perguntei a Steve se ele poderia cantar e ele aceitou. Mesmo que já tivéssemos terminado nosso álbum, era uma ideia boa demais para deixar passar. Sempre aproveitarei qualquer chance que eu tenha de trabalhar com meu querido irmão Steve. 

Primeiramente, fiz a produção com Emmett liderando os vocais principais para realmente apresentar a ele o que tínhamos em mente. Steve veio ao estúdio enquanto estávamos gravando a bateria. Vou lembrar para sempre sua primeira reação ao ouvir. Sua empolgação por podermos ressuscitar uma música esquecida do Journey com uma nova vida obviamente também foi canalizada, porque Steve apareceu no dia seguinte e abalou a casa com sua performance vocal. Acho que nossos vizinhos pensaram que estava acontecendo novamente um terremoto. O poder dos vocais de Steve está em outro nível. É único. É por isso que ele é o melhor de todos os tempos. 

Para aumentar a pressão de fazer justiça à música, eu não queria apenas ir bem pelo meu amigo e mentor, mas também pelo meu sogro, Jonathan Cain, que é o co-autor dessa música épica. Enviei para ele a gravação masterizada quando finalizamos. Ele me ligou atordoado e deslumbrado. Ele elogiou o arranjo e as performances e disse que Steve Perry soava bem mais. Conseguir a aprovação de ambos foi tudo, mas temos a sensação de que o mundo se conectará à nossa versão da mesma forma que todos nós fizemos.”

Leia também:  Dave Mustaine pede ideias de colegas para novo álbum do Megadeth

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA curiosa reação de Neal Schon a cover de Journey com Steve...
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades