Diretor que comeu só McDonald’s por um mês para documentário morre aos 53 anos

Experiência de Morgan Spurlock foi registrada no filme “Super Size Me”, lançado há duas décadas

Morreu aos 53 anos, na última quinta-feira (23), o cineasta Morgan Spurlock. Ele ficou conhecido por ter protagonizado e dirigido o documentário “Super Size Me”, lançado em 2004. Na ocasião, se propôs à experiência de passar um mês se alimentando apenas de produtos da rede de fast food McDonald’s.

A causa da morte foi um câncer, de acordo com a família. Não foram revelados maiores detalhes. Com o subtítulo “A Dieta do Palhaço” na edição nacional, a obra foi indicada ao Oscar de Melhor Documentário. Orçado em US$ 65 mil, o filme arrecadou cerca de US$ 22 milhões, ganhando repercussão em todo o planeta, além de destaque na mídia.

- Advertisement -

Entre as normas estabelecidas pelo próprio para a produção, Morgan não poderia recusar opções de incrementos no lanche quando lhe eram oferecidas. Também deveria reduzir a rotina de exercícios, visando sofrer o impacto no organismo que é experimentado pelo cidadão comum americano.

As consequências em seu corpo eram acompanhadas por consultas médicas e exames periódicos. Ao final, Spurlock havia engordado 11 kg. Também foi diagnosticado com disfunção hepática e depressão.

Confira o trailer oficial abaixo.

Leia também:  Courtney Love e Melissa Auf Der Maur se reúnem em estúdio após mais de duas décadas

“Super Size Me” e suas premiações

“Super Size Me” rendeu a Morgan o prêmio de melhor diretor no Festival de Sundance. Também faturou o melhor roteiro de documentário no WGA Awards, premiação anual do Sindicato dos Roteiristas de Hollywood.

No entanto, também recebeu críticas ferrenhas por propagar um estilo de vida letal, além de supostamente não ter compartilhado um registro fidedigno da rotina do cineasta. Em 2019, foi lançado “Super Size Me 2”, com o experimento sendo repetido tendo a indústria do frango frito como alvo.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasDiretor que comeu só McDonald’s por um mês para documentário morre aos...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

  1. ”Orçado em US$ 65 mil, o filme arrecadou cerca de US$ 22 milhões” – Isso mostra o quanto o mercado dos caras é gigante. Esse documentário é importante, pois mostra o quanto é nocivo exagerar nesse tipo de lanche.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades