Corpo de Tim Maia pode ser exumado novamente para investigação de paternidade

Procedimento também ocorreu em 2012, em teste de DNA que não confirmou parentesco do artista com a jovem que moveu o processo

Cerca de 12 anos depois, o corpo de Tim Maia poderá passar por nova exumação. É o que aponta o Serviço de Perícias Genéticas do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), em processo movido pelo coreógrafo Rodrigo Rezende, que alega ter indícios de que é filho do cantor. 

Os advogados de Rezende afirmam que o procedimento não é necessário, visto que o material já foi recolhido quando um processo semelhante foi movido em 2012 por uma jovem – cujo exame não apontou parentesco com o artista falecido em 1998. Com isso, solicitaram que as amostras de DNA fossem incluídas no novo processo.

- Advertisement -

Embora corra em segredo de justiça, o jornal O Globo teve acesso aos autos. Conforme as informações obtidas, a determinação do Tribunal se justifica pelo fim do convênio entre o TJ-RJ e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), em 2018. 

O laboratório da UERJ foi o responsável pelo exame na ocasião e é onde o material genético do artista está guardado. Por conta do fim da parceria, uma nova coleta deverá ser realizada e enviada a outro laboratório particular conveniado. 

Em resposta à declaração do órgão nos autos do processo, Maria Inês Lourenço, representante de Rodrigo Rezende, explicou:

“O Rodrigo é beneficiário da Justiça gratuita. Ele não paga para fazer esse exame. Quem paga é o Tribunal, que pagava para a UERJ. O genoma do Tim Maia já foi decifrado pela UERJ e confirmado pela UFRJ. Eu peço para pegar aquilo que já foi decifrado, decifrar o do Rodrigo e comparar. A situação é bastante simples.”

Tim Maia faleceu 15 de março de 1998, em virtude de uma infecção generalizada. Depois de passar mal durante a gravação de um show para o canal Multishow, foi levado para o Hospital Universitário Antônio Pedro, em Niterói. Chegando no hospital, teve uma parada cardiorrespiratória e foi reanimado.

Leia também:  Edu Falaschi anuncia show em SP da turnê “Rebirth Live in SP Revisited”

Ficou em tratamento na UTI por uma semana, até que seu estado de saúde começou a se agravar de forma irreversível. Assim, aos 55 anos, partiu precocemente deixando três filhos: José Carlos da Silva Nogueira, Carmelo Maia e Leo Maia. 

A disputa pela herança de Tim Maia

Atualmente, Carmelo Maia, de 49 anos, é o único herdeiro e detentor dos direitos patrimoniais sobre a obra do pai. O filho mais velho do músico, José Carlos da Silva Nogueira, foi assassinado em 2002 e morreu sem ter o vínculo de paternidade legalmente reconhecido.

Já o terceiro filho, o cantor Leo Maia, tem 50 anos e é, na verdade, meio irmão de Carmelo. Ambos são filhos de Maria Jesus Gomes da Silva, conhecida como Geisa, mas somente o mais novo é filho biológico de Tim Maia. Embora tenha sido criado pelo músico, Leo não possui o registro oficial de adoção.

Leia também:  Creed realiza primeiro show em nova reunião

Por isso, em 2019, Carmelo entrou na Justiça contra Leo, afirmando que ele estava se utilizando da fama e do prestígio do pai, sem autorização, para obter ganhos financeiros. A alegação é referente ao projeto “Tim Maia for Kids”, em que Leo apresentava as músicas em um show para crianças.

Os advogados defenderam que se tratava de uma relação socioafetiva e reforçou as semelhanças entre Leo e Tim Maia. No entanto, em dezembro de 2023, a Justiça de São Paulo condenou Leo ao pagamento de R$ 35 mil por cada show realizado, além de R$ 10 mil de indenização, e o proibiu de explorar economicamente a imagem de Tim Maia. 

O cantor moveu também um processo de investigação de paternidade, que foi julgado improcedente em primeira instância. A ação de investigação de paternidade é imprescritível, de modo que pode ser feita a qualquer tempo, mesmo após a morte do investigado.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasCorpo de Tim Maia pode ser exumado novamente para investigação de paternidade

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades