O grande diferencial de Randy Rhoads na guitarra, segundo Bob Daisley

Na opinião do baixista, saudoso guitarrista de Ozzy Osbourne apresentava influências distintas dos demais colegas de instrumento, o que o tornou único

Randy Rhoads deixou sua marca na música. Apesar de ter falecido jovem, aos 25 anos de idade, o guitarrista de Ozzy Osbourne que também passou pelo Quiet Riot é até hoje considerado um dos melhores no instrumento, servindo de influência para outros grandes músicos como John Petrucci (Dream Theater), Tom Morello (Rage Against The Machine) e Mike McCready (Pearl Jam). 

Na opinião do baixista Bob Daisley, que também trabalhou com o Madman, Rhoads apresentava um grande diferencial em relação aos demais colegas de profissão. Conforme explicou ao canal Rock Daydream Nation, com transcrição da Ultimate Guitar, o guitarrista tinha um conhecimento avançado em música erudita, o que o tornou único. 

- Advertisement -

Ele declarou:

“Acho que o seu diferencial era provavelmente sua formação clássica. Ele adorava guitarra clássica e queria fazer mestrado nisso.”

Ainda segundo Daisley, a paixão de Rhoads por música clássica não o afastou do rock. Porém, havia esse “ingrediente” especial.

Leia também:  O ingrediente que faz o AC/DC ser fenomenal, segundo Carlos Santana

“Ele tinha ouvido muitos dos heróis do instrumento como Leslie West, Jimmy Page, Jeff Beck, Jimi Hendrix e Ritchie Blackmore, todos eles, mas uma de suas habilidades era o jeito clássico de tocar. E acho que isso o diferenciou um pouco dos outros guitarristas.”

Anteriormente, Bob já havia emitido o mesmo pensamento. Ao site Inside_Out666 em 2005 (via Blabbermouth), refletiu: 

“A mãe de Randy era dona de uma escola de música e Randy começou a tocar aos cinco anos de idade, o que era uma das razões pelas quais ele era tão bom nisso. Ter a formação clássica realmente ajudou com o estilo de Randy de tocar rock. A maioria dos guitarristas de rock tem influências do rock ou do blues, enquanto Randy misturava muitos elementos clássicos, o que ajudou a criar estruturas de acordes e coisas incomuns para o rock.”

Sobre Randy Rhoads

Randall William Rhoads começou a tocar guitarra clássica aos 7 anos, na escola de música da mãe, Delores. Sua primeira banda foi a Violet Fox, que tocava covers. Seu irmão, Kelle, era o baterista.

Leia também:  Steve Harris revela o curioso segredo físico para seu som de baixo

Junto do baixista Kelly Garni, formou o Little Women. O grupo mudaria o nome para Quiet Riot e lançaria dois discos com Randy na guitarra. Inicialmente, eles saíram apenas no Japão.

A seguir, foi convidado a se juntar à banda de Ozzy Osbourne. Gravou os dois primeiros discos solo do Madman e se destacou como guitarrista revelação. Seu trabalho influenciou todas as gerações seguintes. Morreu no dia 19 de março de 1982, em um desastre aéreo.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO grande diferencial de Randy Rhoads na guitarra, segundo Bob Daisley
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades