O AVC e a recuperação de Nicko McBrain, detalhados por Bruce Dickinson

Baterista do Iron Maiden segue se esforçando em busca de uma recuperação completa para o problema de saúde sofrido ano passado

No último domingo (25), Bruce Dickinson participou de uma sessão de perguntas e respostas em Gotemburgo, Suécia. O evento visava promover seu novo álbum solo, “The Mandrake Project”, que sai nesta sexta (1º). Na ocasião, também houve espaço para falar um pouco sobre o Iron Maiden e seus planos futuros — em dos temas foi a saúde do baterista Nicko McBrain.

No início do ano passado, o músico revelou ter sofrido um AVC. Ele se recuperou a tempo de participar da turnê The Future Past, que teve início poucos meses depois e seguirá acontecendo em 2024, com direito a passagem pelo Brasil.

- Advertisement -

Conforme transcrição do Blabbermouth, o vocalista revelou ter passado por uma intervenção cirúrgica na mesma época. Ele disse:

“Honestamente, o que ele fez na última turnê foi algo além de incrível. Correndo o risco de entrar mais no meu histórico médico do que vocês realmente precisam saber, em fevereiro de 2023… Meus dois quadris estão desgastados de tanto pular no palco, esgrima e fazer coisas estúpidas. Então, os substituíram por dois de metal. Sou propriamente heavy metal agora. São feitos de titânio, então não são tão pesados. E funcionam muito bem, estou correndo e fazendo todas as coisas de antes. É exatamente o mesmo, nenhuma diferença.”

À época, Bruce imaginava que seria a única emergência médica na banda antes dos shows. Porém…

“Nicko teve um derrame quase ao mesmo tempo. Estava vagando por aí pensando: ‘Ei, olhe para mim. Eu me livrei da bengala e parei de tomar paracetamol. Está tudo bem’. Então ele nos envia um e-mail dizendo: ‘Caras, só para vocês saberem, tive um pequeno derrame outro dia’. Fiquei tipo: ‘Que p*rra é essa?’ E não foi um pequeno acidente vascular cerebral. Foi um completo e adequado. Felizmente a esposa o levou ao hospital, porque aconteceu em casa. E eles sabiam exatamente o que fazer, deram uma droga relativamente nova que funciona como um Ctrl-Alt-Delete para derrames – ela reinicia seu sistema e esperançosamente ele volta.”

Desde então, McBrain conseguiu recuperar a maior parte dos movimentos, o suficiente para não precisar ser afastado dos compromissos, como Bruce enfatiza.

Leia também:  Executiva conta como festivais convenceram Slayer a voltar

“A maior parte do lado esquerdo voltou em questão de horas, exceto a mão esquerda, que é a que ele usa para tocar a caixa. Então, como ele lidou com isso foi simplesmente incrível.”

Nicko McBrain e Ian Paice (Deep Purple)

A solução, como exalta Dickinson, foi reaprender em pouco tempo aquilo que era feito há décadas.

“Nicko começou a aprender a tocar bateria novamente, porque não conseguia segurar uma baqueta. Ele não conseguia segurar sequer um garfo, na verdade. Quando estávamos mixando meu novo álbum solo em abril, na Flórida, eu o convidei para tocar no estúdio. Achei que ele provavelmente precisava se animar um pouco, porque só começamos a ensaiar com o Iron Maiden em maio, ainda tinha um mês pela frente. Então ele foi ao estúdio, e a primeira coisa que pensei quando o vi foi: ‘Uau, você está sensacional!’ Estava bronzeado e magro, perdeu um pouco de peso. Ele disse: ‘Sim, eu não conseguia segurar um garfo. Não consegui sair da cama nos últimos meses.’ Então, ele não perdeu o senso de humor.”

Uma das motivações de McBrain foi poder contar com o auxílio de um ídolo que havia passado pelo mesmo pouco tempos antes, como recorda Bruce.

Leia também:  Dave Grohl sentia-se deprimido antes do fim do Nirvana

“Ele reconheceu que não será capaz de fazer tudo o que fez – nem dentro de um ano ou dois anos – mas vai voltar. Porque seu amigo, Ian Paice do Deep Purple, sofreu a mesma coisa. Ele teve um derrame. E você não pode dizer nada agora sobre a performance de Ian. Eles conversaram e Nicko se esforça todos os dias. Ele tem uma pequena banda e os fez aprender o set do Iron Maiden. Então, eles saem e fazem pequenas jams na Flórida. É alguém realmente determinado, porque tocar bateria é a sua vida.”

Iron Maiden e Bruce Dickinson no Brasil em 2024

No segundo semestre, o Iron Maiden realiza dois shows da “The Future Past Tour” no Brasil. Ambos acontecem no Allianz Parque, em São Paulo, dias 6 e 7 de dezembro. Os dinamarqueses do Volbeat serão a atração de abertura.

Antes, Bruce vem com sua banda solo divulgar “The Mandrake Project”. Eis as datas e locais:

  • 24/04 Curitiba (Live Curitiba)
  • 25/04 Porto Alegre (Pepsi On Stage)
  • 27/04 Brasília (Opera Hall)
  • 28/04 Belo Horizonte (Arena Hall)
  • 30/04 Rio de Janeiro (Qualistage)
  • 02/05 Ribeirão Preto (Quinta Linda)
  • 04/05 São Paulo (Vibra São Paulo)

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasO AVC e a recuperação de Nicko McBrain, detalhados por Bruce Dickinson
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades