Como um programa de quiz na TV rendeu acusação de plágio ao Men at Work

Banda perdeu a disputa jurídica envolvendo “Down Under” e uma música folclórica infantil

Lançado em novembro de 1981 na Austrália – em junho do ano seguinte no mercado norte-americano – “Business as Usual”, estreia do Men at Work, é um dos discos mais bem-sucedidos do pop rock australiano. O trabalho vendeu mais de 6 milhões de cópias só nos Estados Unidos, onde passou 15 semanas no topo da Billboard 200, principal parada mundial.

O sucesso foi impulsionado, principalmente, pelos singles “Who Can It Be Now?”, “Down Under” e “Be Good Johnny”, lançados exatamente nessa ordem. E foi justamente o segundo que causou a maior dor de cabeça da história da banda. O desencadeador de tudo foi o programa de perguntas e respostas “Spicks and Specks”, da ABC-TV.

- Advertisement -

Em 2007, foi feita a seguinte pergunta a um participante: “Qual canção infantil está contida na música ‘Down Under’?”. A resposta era “Kookaburra”, cujos direitos pertenciam à Larrikin Music, o que resultou em telefonemas e e-mails para a companhia no dia seguinte. Os envolvidos decidiram tomar medidas legais contra o vocalista Colin Hay e o guitarrista Ron Strykert, os compositores da música.

Leia também:  Journey: como Neal Schon e Jonathan Cain fizeram as pazes, segundo Deen Castronovo

Trevor Conomy, músico e autor de um livro chamado “Down Under: The Tune, The Times, The Tragedy,” examinou o caso de perto.

“Marion Sinclair, autora de ‘Kookaburra’, morreu em 1988. Acredito que ela tenha escutado ‘Down Under’, pois ela foi muito veiculada, especialmente à época da America’s Cup 1983 (competição vencida pela embarcação australiana Royal Perth Yacht Club). Ninguém jamais ouviu uma reclamação de sua parte sobre as similaridades.”

Justiça decide por plágio

Em 2009, o Tribunal Superior da Austrália decidiu, de forma polêmica, que o fraseado de flauta tocado por Greg Ham havia sido plagiado. A disputa se estendeu até outubro de 2011, quando o Men at Work perdeu o caso em última instância.

Seis meses mais tarde, Greg Ham morreu, vítima de um ataque cardíaco aos 58 anos. Amigos destacam que ele passou por altos níveis de estresse no período anterior. Em declaração pouco antes de falecer, o músico expressou:

Leia também:  Por que “Chaves” sumiu da TV — e quando deve voltar

“Estou terrivelmente decepcionado com o fato de que serei lembrado para sempre por supostamente ter copiado algo.”

Em 2012, Colin Hay criou uma nova versão para “Down Under”, propositalmente modificando a polêmica passagem. Ela foi usada em campanhas publicitárias da Olimpíada de Londres e ficou disponível em serviços online, como o iTunes, para compra.

O single original ganhou discos de platina nos Estados Unidos e Inglaterra, além de premiações de ouro na Austrália, Canadá e Dinamarca.

Men at Work atualmente

O Men at Work retornou pela última vez em 2019 e segue na ativa, tendo apenas Colin dos músicos originais na formação. O projeto anunciou três shows no Brasil para fevereiro deste ano. Clique aqui para saber mais.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo um programa de quiz na TV rendeu acusação de plágio ao...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades