Por que o Greta Van Fleet se recusa a usar metrônomo até em estúdio

Baterista usa exemplo de música dos Rolling Stones para explicar sua visão sobre o assunto

O metrônomo é um dispositivo usado para medir intervalos de tempo através de um clique audível em cada batida. Sua função pode ajudar um músico a identificar erros de tempo que possa estar cometendo, além de tocar cada ritmo com maior precisão e exatidão.

O baterista do Greta Van Fleet, Danny Wagner, poderia se valer muito bem do recurso. Porém, ele prefere evitar, como revelou ao Metal Global.

- Advertisement -

Conforme transcrição do Blabbermouth, o músico declarou:

“Em primeiro lugar, ninguém sabe realmente se você está ou não tocando com um… Bem, na verdade, posso dizer quando alguém está tocando com um clique, porque fica tão travado e é tão perfeito que posso identificar. Mas na maioria das vezes as pessoas não têm ideia de que nunca usamos um clique ao vivo ou no estúdio. E é uma coisa linda, porque a música tem altos e baixos. O ritmo empurra, puxa e é incrível. No fim das contas, contanto que se esteja unido como uma banda, realmente não importa se fica um pouco mais rápido no decorrer ou um pouco mais lento no final.”

Para exemplificar, o instrumentista usa um clássico atemporal de uma das maiores bandas da história.

“Ouça ‘Honky Tonk Women’ dos Rolling Stones, é apenas o melhor exemplo disso. Começa bem calma, sexy e descontraída. Então você pula para o final da música, o que não era possível fazer naquela época, e é muito mais rápida. Mas você não tem ideia, não percebe. É só o que a música pede. Então, essa é outra parte do método, por isso que nos demos tão bem, o que é ótimo.”

Greta Van Fleet e “Starcatcher”

“Starcatcher”, novo álbum do Greta Van Fleet, saiu no último dia 21 de julho. O disco chegou ao 8º lugar nas paradas dos Estados Unidos e Reino Unido. Ainda ficou em 2º na Alemanha e Suíça, 3º na Bélgica e 6º na Áustria.

Leia também:  A fortuna que o Metallica fatura em cada cidade onde toca com a “M72”

Atualmente, o grupo excursiona pela Europa como headliner, função que repetirá pela América do Norte em 2024. Paralelamente, estão abrindo algumas datas selecionadas da turnê “M72”, do Metallica, revezando com outros artistas.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasPor que o Greta Van Fleet se recusa a usar metrônomo até...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades