Black Stone Cherry lança versão para “What’s Love got to do With it”, de Tina Turner

Toda a arrecadação do single será revertida a instituições que auxiliam mulheres em situação de violência doméstica

O Black Stone Cherry prestou homenagem a Tina Turner, falecida no último dia 24 de maio. A banda americana lançou uma versão para “What’s Love got to do With it”, clássico da cantora. A composição de Graham Lyle e Terry Britten fez parte do tracklist de “Private Dancer” (1984), quinto álbum solo da artista.

Toda a arrecadação do single será revertida a instituições que auxiliam mulheres em situação de violência doméstica, tema abordado pela letra. Tina sofreu por muitos anos com agressões de seu ex-marido, o músico Ike Turner.

- Advertisement -

O vocalista e guitarrista Chris Robertson destaca, em material promocional:

“Cerca de um ano atrás, estávamos no Hard Rock Hotel de Londres, no evento de estreia do nosso álbum ‘Live From The Royal Albert Hall … Y’All’. Quando íamos embora, uma música começou. John-Fred [Young, baterista] olhou para Ben [Wells, guitarrista] e Steve [Jewell Jr., baixista] e disse: ‘Deveríamos fazer uma versão disso. Chris com certeza arrasaria cantando.’ Voltamos para casa. Durante a turnê, começamos a trabalhar nessa canção, que era ‘What’s Love Got To Do With It’ da icônica Tina Turner. Fizemos essa versão muito legal dela em junho passado, e pretendíamos que fosse uma faixa adicional para nosso próximo disco.

Com a morte prematura de Tina, pensamos que adoraríamos compartilhá-la com o mundo. Também queremos fazer algo muito legal e honrar o legado de Tina, doando toda a nossa parte dos rendimentos para a conscientização contra a violência doméstica. Sabemos que isso é algo que Tina combatia e finalmente se libertou em sua vida. Esperamos que vocês realmente gostem da nossa versão.”

“Screamin’ at the Sky”, oitavo álbum de inéditas do Black Stone Cherry, sai dia 29 de setembro, via Mascot Records. O tracklist conta com 12 faixas. Fundado em 2001, no estado americano do Kentucky, o grupo possui uma base fiel de fãs no Reino Unido, onde já emplacou 6 álbuns no topo da parada.

Leia também:  Mdou Moctar anuncia novo álbum “Funeral for Justice” e lança single

Sobre Tina Turner

Nascida em 26 de novembro de 1939, em Nutbush, comunidade em Brownsville, nos Estados Unidos, Anna Mae Bullock ganhou o mundo sob o nome artístico de Tina Turner, por vezes referida como a “rainha do rock and roll”.

No início, ela se apresentava ao lado do cantor e guitarrista Ike Turner, sob o nome Little Ann. Foi “rebatizada” pelo parceiro como Tina Turner a partir do lançamento do single “A Fool in Love”. Nasceu assim, de vez, o duo Ike & Tina Turner.

A dupla fez muito sucesso nos anos 60 e logo os dois se casaram, mas a parceria na música e na vida seria encerrada em 1976. Além dos problemas com drogas, Ike tinha um longo histórico de agressões físicas contra a cantora. Ele faleceu em 2007 e os dois nunca reataram o contato e a colaboração musical.

Leia também:  Keith Richards regrava Velvet Underground para coletânea dedicada a Lou Reed

A partir da década de 80, Tina Turner se lançou como artista solo e alcançou um sucesso ainda maior com álbuns como “Private Dancer” (1984) e “Break Every Rule” (1986). Foi nessa época que ela veio ao Brasil pela primeira e possivelmente única vez, em 1988, para três shows. No Rio de Janeiro, ela bateu o recorde de público de um show solo, com cerca de 180 mil pessoas no estádio do Maracanã.

Tina também fez carreira como atriz. Ela apareceu em filmes como “Tommy” (1975), baseado no álbum do The Who de mesmo nome, e principalmente “Mad Max: Além da Cúpula do Trovão” (1985), filme do qual também fez a trilha sonora. Em 1995, ela cantou a música tema de “007: Contra GoldenEye”.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioLançamentosBlack Stone Cherry lança versão para “What’s Love got to do With...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades