Suposta foto de Rosie, mulher que inspirou hit do AC/DC, é divulgada

Biógrafo Jesse Fink obteve o registro, além de outras informações sobre a mulher citada em “Whole Lotta Rosie”

A inspiração por trás de “Whole Lotta Rosie”, do AC/DC, por muito tempo não teve “um rosto”. Lançada em 1977, a música fala sobre uma mulher, conhecida pela banda após um show na Tasmânia, sem muitos detalhes além de suas medidas físicas e seu peso – no caso, 120 kg.

Jesse Fink, escritor e autor das biografias “Os Youngs: Os irmãos que criaram o AC/DC” e “Bon: A última Highway”, afirmou ter descoberto mais informações a respeito da mulher em 2021. Para completar, nesta semana, disse ter conseguido uma suposta foto.

- Advertisement -

Segundo o site oficial do biógrafo, seu nome era Rosemaree Garcia. Apesar de ter nascido na Tasmânia, viveu em Melbourne, na Austrália, mais especificamente no bairro de St Kilda.

Ela morreu na cidade australiana em 1979, aos 22 anos de idade, de overdose de heroína. Devido ao vício, teria envolvido-se com a prostituição antes do falecimento. Diferente da boneca inflável loira presente nos shows do AC/DC durante a canção, seu cabelo era cacheado e ruivo.

Na imagem postada por Fink recentemente, a mulher está ao lado de um homem chamado Graeme Fry no apartamento que compartilhavam em Melbourne. Datado de 1978, o registro foi cedido pelo sobrinho do indivíduo, Tim Briton, que explicou:

“Graeme tinha 21 anos quando a foto foi tirada e estava na Austrália há cerca de seis meses. A foto foi tirada no apartamento que Graeme e Rosie dividiam na época. Eles estavam saindo de Melbourne para ir para Mildura naquela noite. Havia outras pessoas que faziam parte do mesmo grupo de amigos na época, Wayne James, Terry Hagen, Kevin Shaligh.”

Veja a seguir.

Leia também:  Dono de bar rock em SP é morto ao defender mulher de assédio

AC/DC e “Whole Lotta Rosie”

“Whole Lotta Rosie” é a faixa que encerra o quarto álbum de estúdio do AD/DC, “Let There Be Rock” (1977). Bon Scott, vocalista falecido em1 980, revelou (via Classic Rock) que a banda compôs a canção quando conheceram uma fã, depois de se apresentarem na Tasmânia:

“Ela veio a um dos nossos shows, era da Tasmânia e estava na primeira fila. Ela tinha uns 1,87m e uns 125 quilos.”

Em entrevista de 1988 à Vox, o guitarrista Angus Young complementou:

“Estávamos na Tasmânia e depois do show [Bon Scott] disse que iria a algumas casas noturnas. Ele disse que andou cerca de 100 metros rua abaixo quando ouviu este grito: ‘Ei! Bon!’ Ele olhou em volta e viu aquela perna. Pelo que ele disse, havia uma tal de Rosie e uma amiga dela. Eles estavam enchendo-o de bebidas e Rosie disse a ele: ‘Este mês eu dormi com 28 pessoas famosas’, e Bon disse: ‘Ah, é?’. De qualquer forma, pela manhã ele disse que acordou encostado na parede, disse que abriu um olho e a viu inclinar-se para a amiga e sussurrar: ’29’. Poucas pessoas vão sair e escrever uma música sobre uma mulher grande e gorda, mas Bon disse que valeu a pena.”

Além da gravação em estúdio, uma versão ao vivo, presente no disco “If You Want Blood You’ve Got It” (1978), também saiu como single. A partir dela, surgiram os típicos gritos da plateia chamando o guitarrista Angus Young nos shows.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesSuposta foto de Rosie, mulher que inspirou hit do AC/DC, é divulgada
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades