Marilyn Manson e Esmé Bianco chegam a acordo em processo por abuso

Atriz conhecida pelo trabalho na série “Game of Thrones” moveu uma ação judicial contra o cantor em 2021

Em 2021, a atriz Esmé Bianco, conhecida pelo trabalho na série “Game of Thrones”, processou Marilyn Manson por abuso sexual e psicólógico – assim como outras várias mulheres. Agora, de acordo com informações da revista Rolling Stone, a britânica e o cantor americano chegaram a um acordo extrajudicial para dar fim à ação. Os termos não foram revelados.

Jay Ellwanger, o advogado de Bianco, disse para o veículo que ela concordou em resolver a situação para seguir em frente com sua vida e carreira. Apesar de outras acusações contra Manson terem surgido antes das suas, a atriz foi a primeira vítima a mover uma ação contra ele.

- Advertisement -

Os dois artistas se conheceram em 2009 e namoraram por um curto período em 2011, após o vocalista e a atriz Dita Von Teese se divorciarem. Como até então viviam em países diferentes, Bianco passou a morar na casa do cantor em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Leia também:  Executiva conta como festivais convenceram Slayer a voltar

Os documentos judiciais apontavam que Manson a teria estuprado, ameaçado e agredido, chegando a supostamente cortá-la com uma faca. Além disso, Bianco alegava que por ele ter o controle de seu visto americano, o músico não a deixava ir embora, fazendo trabalhá-la de graça e, certa vez, a mantendo presa dentro de um quarto.

Ele ainda teria impedido Esmé de aparecer em um clipe do Deftones no ano passado. A atriz disse que gravou imagens para um vídeo, que seria usado na turnê da banda, mas devido ao que definiu como um “surto” do cantor, teve sua participação cortada.

Processos arquivados

Ashley Walters, ex-assistente pessoal de Marilyn Manson, teve seu processo contra o cantor arquivado em 2022. Segundo o juiz do caso, ela “alegou poucos fatos e se manifestou tarde demais para manter o caso no tribunal”. Walters, que conheceu o vocalista em 2010, o acusou de agressão sexual, assédio sexual e inflição intencional de sofrimento emocional.

Leia também:  Guitarrista da Allman Brothers Band, Dickey Betts morre aos 80 anos

A modelo Ashley Morgan Smithline também moveu uma ação contra Manson por violência sexual, cárcere privado e envolvimento com tráfico humano, porém não conseguiu ir adiante com o processo. Ela dispensou seu advogado, Jay Ellwanger, e teve um prazo para contratar outro profissional ou assinar um termo se responsabilizando pela própria defesa no caso, porém não se manifestou ao fim do período estabelecido.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasMarilyn Manson e Esmé Bianco chegam a acordo em processo por abuso
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades