Foto: Mark Seliger

Machine Gun Kelly reage após ônibus de turnê ser vandalizado com termo homofóbico

Pichação preconceituosa fez referência à rixa do cantor com Eminem; ninguém foi preso pelo incidente

O ônibus da equipe de turnê de Machine Gun Kelly foi vandalizado com uma referência homofóbica à sua rixa com Eminem. O incidente se deu em Omaha, no estado americano de Nebraska.

As palavras “Rap Devil” – uma referência a uma diss track de Kelly endereçada a Eminem, lançada em 2018 – foram pichadas no veículo juntamente de um insulto homofóbico e uma imagem de genitália masculina.

O artista se manifestou sobre a situação em seu perfil no Instagram. Em uma sequência de Stories, transcritos pelo NY Post, o cantor disse:

“Você é tão burro. Você pichou um ônibus qualquer achando que era o meu. Ônibus errado, seu idiota. Faça a primeira parte do crime direito.”

Segundo a polícia de Omaha, ninguém foi preso, mas a investigação está em curso. O cantor não prestou nenhuma queixa, já que isso precisaria ser feito pela empresa de transporte – no caso, a Russel Coach Company, de acordo com um porta voz das autoridades locais.

“Tecnicamente, considerando que eles são donos do veículo, a decisão seria deles se querem prestar queixa ou não. Quando o caso for designado para um de nossos detetives, eles vão contactar a empresa Russel Coach Company e se escolherem não prestar nada, o caso não será levado adiante.”

As pichações não causaram dano ao veículo e foram facilmente removidas, segundo a equipe de Machine Gun Kelly, que continuará sua turnê “Mainstream Sellout” pelos Estados Unidos.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share