Foto: Harald Krichel / CC BY-SA 3.0

Johnny Depp faz acordo com membro da equipe de filme que o acusou de agressão

Recém-saído de uma dura batalha judicial contra a ex-mulher, ator não parece interessado em voltar aos holofotes pelo mesmo motivo

Johnny Depp acabou de sair de uma dura batalha judicial contra a ex-mulher, Amber Heard, e não parece disposto a entrar em outra. O ator entrou em um acordo com o assistente de locação Gregg “Rocky” Brooks, que o acusava de tê-lo agredido no set do filme “City of Lies” (2017), quando Depp estava supostamente alcoolizado.

De acordo com a Rolling Stone, o julgamento teria início em 25 de julho após vários adiamentos, mas foi retirada da agenda do fórum de Los Angeles. Uma decisão final foi agendada para o dia 23 de janeiro de 2023, mas as duas partes já chegaram a um acordo extrajudicial – em valores não divulgados – e a queixa foi retirada pelo profissional de bastidores.

Gregg “Rocky” Brooks fez a acusação formalmente em 2018. Segundo ele, a agressão ocorreu em uma noite quando ele avisou a Johnny Depp que não teria mais tempo para repetir uma cena, já que a permissão de filmagem no local em que estavam tinha hora para terminar.

O ator então o teria socado na região das costelas duas vezes. Diante da recusa de Brooks em brigar, Depp chegou a oferecer US$ 100 mil para que o profissional batesse em seu rosto.

“City of Lies” só foi lançado oficialmente em 2021. O filme tem como pano de fundo as investigações sobre as mortes dos rappers Tupac Shakur e Notorious B.I.G., com Depp interpretando um detetive. Ele é um dos principais nomes do elenco ao lado de Forest Whitaker, com Brad Furman na direção.

Nesta sexta-feira (15), Johnny lançará um álbum em colaboração com o guitarrista Jeff Beck. “18” é composto na maioria do tracklist por covers – incluindo o de “Isolation”, música de John Lennon que a dupla havia disponibilizado em 2020, por conta da associação com o lockdown causado pela pandemia de Covid-19. As exceções são duas composições do ato r.

Johnny Depp e Amber Heard

Recentemente, Johnny Depp foi inocentado das acusações de difamação feitas por sua ex-mulher, a também atriz Amber Heard. Ela foi condenada e deve pagar uma indenização de US$ 15 milhões a ele – reduzida a US$ 10 milhões devido a leis locais. Ela recorre da decisão no momento.

Por sua vez, Depp também não ficou livre do golpe no “bolso” e deverá pagar US$ 2 milhões para Heard em virtude de uma alegação feita por seu advogado.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Foto: Harald Krichel / CC BY-SA 3.0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share