Foto: Stefan Bollmann / Wikimedia

The Weeknd é mais obscuro que a maioria das bandas atuais de metal extremo, diz Ihsahn

“Talvez seja apenas eu sendo velho e mal-humorado, mas não há mais tanto perigo no metal”, refletiu o músico do Emperor

O vocalista e guitarrista Ihsahn construiu uma carreira referencial – e polêmica – na cena black metal com o Emperor. Porém, seus gostos musicais não se limitam ao lado mais agressivo da música.

Em entrevista à Metal Hammer, o músico surpreendeu ao citar “Dawn FM”, disco do astro canadense The Weeknd, como um dos álbuns que tem ouvido nos últimos tempos.

“Talvez seja apenas eu sendo velho e mal-humorado, mas não há mais tanto perigo no metal. Tenho escutado muito R&B comercial, como The Weeknd. Ele é mais sombrio, ousado e experimental do que a maioria das novas bandas de metal extremo, para ser honesto.”

Influência de Kanye West

Esta não é a primeira vez que Ihsahn elogia um artista distante de seu próprio gênero. Em 2018, ele afirmou à TV Metalshop, da República Tcheca, que seus trabalhos mais recentes foram influenciados pela “bravura” de Kanye West em “Yeezus”, descrito por alguns como o álbum mais controverso do rapper.

“Vamos ser honestos, como pessoa, o personagem, ele não é o mais fácil de simpatizar. Apesar disso, não há como negar que se trata de um cara corajoso. E eu acho que o tipo de ego megalomaníaco que está por trás disso o torna tão genial. Não há pensamento comercial quando você faz um álbum como esse, quando você apenas grita essa letra: ‘Eu sou um Deus’. É uma loucura e eu adoro isso.

Eu tenho essa teoria de que a criação realmente nova na música, o verdadeiro gênio se manifesta em dois lugares. Um é o underground, onde não há dinheiro e as pessoas criam pela ambição artística. O outro é no topo, onde há tanto dinheiro que eles nem se importam e podem fazer qualquer coisa. E há todo o resto no meio que tenta fazer as coisas ‘certas’ e assumem compromissos para chegar lá.”

Ihsahn atualmente

Ihsahn, nome artístico de Vegard Sverre Tveitan, lançou os EPs “Telemark” e “Pharos” em 2020. Recentemente, participou do Ibaraki, projeto do vocalista e guitarrista Matt Heafy (Trivium) que lançará o álbum “Rashomon” em maio deste ano.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
2
Share