Black Sabbath quase foi pago com tratores por show na União Soviética em 1989

Banda foi uma das primeiras do Ocidente a ir até a União Soviética, durante turnê do álbum “Headless Cross”

O Black Sabbath foi uma das primeiras bandas ocidentais a ir até a União Soviética. O feito ocorreu em 1989, durante a turnê do álbum “Headless Cross”. Um dos shows foi registrado em vídeo, sendo facilmente achado na internet.

Em entrevista ao Vintage Rock Pod, com transcrição do BraveWords, o vocalista Tony Martin lembrou o momento histórico.

“Foi uma loucura. O público não sabia realmente como se comportar em uma situação como essa. Tocamos em dois locais, Moscou e Leningrado. Na primeira rolou uma história engraçada. Foram convidados o prefeito, a esposa do prefeito, a mãe do prefeito, as crianças, você sabe, toda a comitiva. Estávamos tocando ‘Iron Man’, quando Tony Iommi me cutuca e diz ‘olha ali embaixo’. Uma vovó estava tricotando, sentada na primeira fila.”

Outro momento excêntrico veio na hora de acertar o cachê.

“Sugeriram nos pagar em tratores. Queriam que levássemos 20 para a Inglaterra. Venderíamos e ficaríamos com o dinheiro. Recusamos, pedimos que dessem a grana. Foi uma experiência que nos abriu os olhos, uma viagem e tanto.”

Black Sabbath e “Headless Cross”

Décimo-quarto trabalho de estúdio do Black Sabbath, “Headless Cross” se tornou o mais bem-sucedido entre os que trazem Tony Martin nos vocais, alcançando boa repercussão na Europa.

Foi o primeiro gravado com o baterista Cozy Powell. Laurence Cottle registrou o baixo, com Neil Murray entrando para a turnê.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
6
Share