Foto: Anthony D’Angio

Metallica e outros artistas têm usado cães farejadores de Covid-19

Tool, Eric Church e Ashley Bride também usaram ou vão usar os serviços prestados pelos animais em turnê

O Metallica usou cães farejadores de Covid-19 para tentar detectar a presença do vírus em meio ao público que esteve presente nos dois shows de 40 anos da banda, realizados mês passado em San Francisco.

A informação foi confirmada à Rolling Stone por Jerry Johnson, CEO da Bio Detection K9 Incorporated. A empresa é responsável por treinar os animais para executar a tarefa.

“Eles são preparados por seis semanas para identificar a presença do Coronavírus nas mãos e pés das pessoas. Quando detectam, sentam em frente ao contaminado como uma espécie de sinal. A maioria fica surpresa, mas compreende o instinto e respeita.”

O Tool e a cantora country Ashley Bride estão entre os artistas que também se valerão da prática nas próximas turnês.

A primeira experiência ocorreu em apresentações do cantor Eric Church, que é empresariado pelos mesmos representantes do Metallica. Os cachorros detectaram Covid-19 em pessoas que supostamente estariam negativadas, o que foi comprovado após novos testes.

No momento, 12 cães já estão aptos a realizar o serviço, enquanto outros oito já estão em treinamento para se juntar à equipe. A ideia é que, ao invés dos membros, eles possam detectar a variante ômicron através das máscaras dos frequentadores dos shows com uma simples investigação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
24
Share