Nita Strauss destaca mudanças na vida após largar o álcool: “era muito prejudicial”

Guitarrista da banda de Alice Cooper abandonou vício e adotou hábitos saudáveis

Em setembro de 2015, a guitarrista Nita Strauss interrompeu o ciclo vicioso relacionado ao alcoolismo. Na sequência, adotou um estilo de vida saudável que se refletiu em uma série de benefícios.

Agora, em entrevista ao podcast Guitar Autopsy (transcrita pelo Blabbermouth), a integrante da banda de Alice Cooper falou sobre os seis anos de sobriedade.

“Minha abordagem em relação à sobriedade, saúde e boa forma é educar, nunca forçar. Jamais gostaria de receber algum tipo de ultimato. Tudo que posso compartilhar é o que realmente funcionou para mim. O álcool era extremamente prejudicial à minha vida pessoal. Parei em 2015 e decidi fazer da forma certa.”

A nova realidade fez Nita substituir o bar pela academia. Algo ainda mais difícil para quem vive em turnê.

“Tive auxílio de ótimos fisiculturistas que me ajudam a regular dieta e treino enquanto estou na estrada. Sou acompanhada por nutricionistas, treinador de ginástica, tomo todos os suplementos certos, bebo minhas bebidas verdes, tomo todas minhas vitaminas e procuro manter o foco.

Quanto mais eu fazia isso, mais pessoas no rock/metal me perguntavam como funcionava. Então eu criei o Body Shred, o primeiro desafio fitness voltado à comunidade musical que eu conheço.”

Nita Strauss solo

Nita Strauss se prepara para lançar o segundo disco solo. Ao contrário de “Controlled Chaos” (2018), totalmente instrumental, o próximo trabalho terá metade das músicas com vocais.

Em outubro, a guitarrista disponibilizou o single “Dead Inside”, primeira música inédita nos últimos três anos. A faixa é uma colaboração com David Draiman, vocalista do Disturbed, e se tornou a primeira de uma mulher a alcançar o top 10 do chart Mainstream Rock da Billboard em 26 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share