Corpsegrinder perde homenagem em World of Warcraft por comentários homofóbicos

Vocalista do Cannibal Corpse usou termo ofensivo em 2007 para definir jogadores que optam por personagens como elfos ou gnomos no game

A Blizzard Entertainment anunciou a mudança de nome de um personagem do game World of Warcraft que homenageava George “Corpsegrinder” Fisher, vocalista do Cannibal Corpse e fã declarado do jogo. Gorge The Corpsegrinder não era jogável, mas estava presente no game como um tributo ao cantor.

O tributo já estava disponível há mais de uma década, mas com a empresa responsável e a editora Activision enfrentando uma onda de questões legais relacionadas a assédio e discriminação, medidas foram tomadas para renomear ou mesmo remover criações no jogo que possam se configurar em um flagrante para as acusações. Uma delas foi a mudança do personagem, que agora passará a se chamar Annihilator Grek’lor.

A revolta dos fãs do jogo se espalhou em fóruns após o resgate de uma entrevista de 2007, onde George comenta:

“Não jogo como um v*ado da Alliance. Eu não interpreto nenhuma p*rra de elfos noturnos ou gnomos, sou o p*rra de um orc ou morto-vivo. Foda-se a Alliance! P*rra, morram seus emos filhos da p*ta chupadores de r*la.”

A Blizzard já havia emitido uma nota pedindo desculpas aos jogadores em 2011, mas manteve a homenagem. Fisher não emitiu qualquer opinião sobre a ação.

Lançado em 2004, World of Warcraft é considerado o mais popular MMORPG (sigla para Massive Multiplayer Online Role-Playing Game) do mundo. Na década passada, chegou a contar com mais de 11 milhões de jogadores simultâneos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
1
Share