Foto: divulgação

Reunido, Wig Wam celebra o hard rock dos anos 80 no novo álbum ‘Never Say Die’; ouça

O Wig Wam divulgou um novo álbum de estúdio nesta sexta-feira (22). Intitulado ‘Never Say Die’, o trabalho chega a público por meio da gravadora Frontiers Music Srl e celebra o retorno da banda, que estava parada desde 2014.

O Wig Wam divulgou um novo álbum de estúdio nesta sexta-feira (22). Intitulado ‘Never Say Die’, o trabalho chega a público por meio da gravadora Frontiers Music Srl e marca o retorno da banda, que estava parada desde 2014.

A formação é a mesma de outros tempos: Glam (Åge Sten Nilsen) no vocal, Teeny (Trond Holter) na guitarra, Flash (Bernt Jansen) no baixo e Sporty (Øystein Andersen) na bateria. Eles já haviam anunciado que voltariam, no fim de 2019, para shows no festival ‘Tons of Rock’, em Oslo, capital de seu país natal, Noruega, no ano seguinte. Com a pandemia do novo coronavírus, o grupo não tocou no evento, nem divulgou outras atividades.

Criado em 2001, o Wig Wam conseguiu destaque após representar a Noruega na competição Eurovision Song Contest de 2005. A música ‘In My Dreams’ fez sucesso na época e deu gás ao grupo, que já havia lançado um álbum, ‘667.. The Neighbour of the Beast’, em 2004. Nos anos seguintes, o quarteto divulgou mais três discos – o ótimo ‘Wig Wamania’ (2006), ‘Non Stop Rock’n Roll’ (2010) e ‘Wall Street’ (2012) – antes de anunciar o fim de suas atividades, agora retomadas.

Ouça ‘Never Say Die’ na íntegra, a seguir, via Spotify.

‘Never Say Die’, o novo álbum, mostra que o Wig Wam segue fiel a seu hard rock / hair metal ganchudo, com influências evidentes, até escrachadas, de nomes da década de 1980. O disco não só volta de onde a banda parou, como, também, faz alusão a seus momentos mais inspirados, em discos como ‘Wig Wamania’ e ‘Non Stop Rock’n Roll’, talvez com uma dose extra de peso, não tão comum no passado.

Além do bom repertório, há de se destacar que o novo disco atesta, de vez, a competência dos músicos envolvidos. Todos estão tocando muito bem, sem perder a pegada, e Glam dá um show à parte nos vocais.

O único ponto de contestação em ‘Never Say Die’ é a qualidade da produção, que adota muita compressão e suprime os graves da sonoridade. Isso, porém, não tira o charme desse trabalho, altamente recomendado para os fãs da boa e velha farofa oitentista. Cito músicas como a irresistível ‘Kilimanjaro’, a pesada ‘Shadows of Eternity’, a balada ‘My Kaleidoscope Ark’ e a intensa faixa-título são alguns dos destaques.

‘Never Say Die’ está representado em minha playlist de lançamentos, atualizada semanalmente. Siga e dê o play:

Wig Wam – ‘Never Say Die’

Glam (Åge Sten Nilsen) – vocal
Teeny (Trond Holter) – guitarra
Flash (Bernt Jansen) – baixo
Sporty (Øystein Andersen) – bateria

1. The Second Crusade (Intro, Instrumental)
2. Never Say Die
3. Hypnotized
4. Shadows Of Eternity
5. Kilimanjaro
6. Where Does It Hurt
7. My Kaleidoscope Ark
8. Dirty Little Secret
9. Call Of The Wild
10. Northbound (Instrumental)
11. Hard Love
12. Silver Lining

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share