The Cranberries lança In The End, seu último álbum; ouça na íntegra

O The Cranberries lançou, nesta sexta-feira (26), o álbum que conclui suas atividades enquanto banda. O disco, intitulado “In The End”, encerra a carreira do grupo um ano após o falecimento de sua líder, a vocalista Dolores O’Riordan. A cantora morreu em 15 de janeiro de 2018, aos 46 anos, afogada em uma banheira após intoxicação alcoólica.

Ouça “In The End” abaixo, ainda nesta matéria.

Em comunicado à imprensa, os integrantes remanescentes da banda – o guitarrista Noel Hogan, o baixista Mike Hogan e o baterista Fergal Lawler – afirmaram que “In The End” começou a ser concebido ainda em 2017, quando o grupo estava em turnê. O material foi concluído para celebrar a memória de Dolores O’Riordan.

Em entrevista à NME, o guitarrista Noel Hogan comentou que o álbum estava em processo de concepção bastante adiantado. “Dolores gravou vários vocais e enviou em diversos e-mails. Seriam apenas demos, mas nunca é só isso, porque ela era uma ótima vocalista. Algumas semanas após o velório, comecei a ouvir as demos e notei que dariam um grande disco”, disse.

A versão que Angélica gravou para ‘Linger’, dos Cranberries

O baterista Fergal Lawler revelou que os integrantes remanescentes do Cranberries pediram apoio dos familiares de Dolores O’Riordan para lançar o novo álbum. “Era importante que a mãe e os irmãos dela concordassem. Falamos com eles antes de conversar com qualquer outra pessoa. Deram todo o apoio, pois lamentariam se essas gravações fossem perdidas”, disse.

Um adeus melancólico, porém sensato

A decisão de encerrar os Cranberries após a morte de Dolores O’Riordan foi sensata. A cantora e compositora era a alma da banda. Suas interpretações e letras pessoais, que expuseram seus conflitos internos e problemas para entender problemas da sociedade, deram a cara do grupo, que ganhou fama na década de 1990, em meio ao boom do rock alternativo como um todo.

Como álbum, “In The End” tem seus pontos fracos e fortes muito evidentes. Apesar de estar em processo avançado de concepção quando Dolores faleceu, o disco deixa claro o seu ar de “inconclusão”. Algumas composições soam como demos, sem arranjos ou harmonias necessárias para um produto finalizado.

Por outro lado, o fator sentimental por trás de “In The End” é o seu grande êxito. Como a morte de Dolores foi bastante prematura e até melancólica, já que reforçou seus já conhecidos problemas de saúde emocional, cada música soa bastante carregada e visceral. A sinceridade faz com que valha a pena dedicar uma audição atenta ao material.

As pequenas falhas de “In The End” não tiram o brilho do material, que serve como um verdadeiro “adeus” de Dolores e do Cranberries aos seus fãs. Ouça nos players a seguir, via Spotify ou YouTube:

Veja, a seguir, a capa e a tracklist de “In The End”:

01. All Over Now
02. Lost
03. Wake Me When It’s Over
04. A Place I Know
05. Catch Me If You Can
06. Got It
07. Illusion
08. Crazy Heart
09. Summer Song
10. The Pressure
11. In The End

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share