Queen realmente esteve perto de acabar antes do Live Aid, diz Roger Taylor

O baterista Roger Taylor falou, em entrevista ao NHK, sobre a crise enfrentada pelo Queen na metade da década de 1980. O período é retratado em “Bohemian Rhapsody”, cinebiografia sobre a banda, que mostrou o vocalista Freddie Mercury em conflito com os demais colegas após revelar que assinou contrato para gravar álbuns solo.

“Nós chegamos perto de acabar, mas o Live Aid, realmente, nos tirou de um período em que estávamos entediados e um pouco exaustos. Acho que aquilo nos lembrou de que éramos uma boa banda e o público tinha muito amor por nós. Dessa forma, nos deu uma confiança renovada”, afirmou o baterista.

Quando o Queen abdicou dos Estados Unidos após ser deixado de lado

Taylor também comentou sobre o que sentiu ao estar no palco do Live Aid. “Era algo novo, porque era de dia, não havia muita iluminação e estávamos com roupas comuns. Só pensamos: é melhor fazermos uma boa performance, deixar a música falar por si. Lembro de perceber, durante ‘Radio Ga Ga’, que o público estava amando. Dez minutos depois, perto do fim com ‘We Are The Champions’, olhei para a plateia e parecia um milharal, com todos levantando os braços. Pensei: ‘está indo bem, acho que fomos bem aqui’. Foi muito gratificante”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share