Tobias Sammet pensou em lançar Moonglow, do Avnatasia, como álbum solo

O vocalista Tobias Sammet disse, em entrevista à Rock Sverige, que pensou em lançar “Moonglow”, o álbum mais recente do Avantasia, como um trabalho solo. Isso aconteceu porque o processo de composição foi um pouco mais diluído, já que não existia nenhuma obrigação contratual para o disco.

“Eu não disseco o processo criativo com ideias. Inicialmente, é só um borrão. Foi como uma catarse, porque eu o criei enquanto não tinha certeza de quando eu deveria entregar. Não havia contrato. No começo, pensei que poderia se tornar um álbum solo. Duas músicas acabaram no ‘Monuments’ (2017), do Edguy: ‘Ravenblack’ e ‘Open Sesame’. Em algum momento, notei que poderia ser um disco solo, mas soava como Avantasia”, afirmou.

- Advertisement -

Sammet chegou à reflexão de que as músicas ficariam melhores no Avantasia após pensar nos vocais. “Pensei que poderia ficar melhor com Jorn Lande cantando uma delas, Michael Kiske em outra… então, percebi que não queria lançar de forma independente e acabei em uma gravadora, que também relançou os álbuns anteriores. O material não era tão novo, mas soava novo. Foi um processo criativo muito livre”, disse.

Durante o bate-papo, ele voltou a falar que tentou trazer o vocalista Bruce Dickinson para participar do álbum. “Eu o tento para todo álbum, sério. Peço para Rod Smallwood (empresário), porque tudo passa por ele. Ele é um cara legal, protege muito o Iron Maiden, e disse de forma educada que não iria rolar (risos). Foi claro. No álbum anterior, eu queria Meat Loaf, mas não rolou. Quando eu era mais jovem, levava isso de forma pessoal, mas é a vida. O show deve continuar, mesmo sem eles”, afirmou.

Sobre ‘Moonglow’

Em “Moonglow”, conta com diversos vocalistas convidados. Entre eles, estão Michael Kiske (Helloween), Ronnie Atkins (Pretty Maids), Eric Martin (Mr. Big), Geoff Tate (Queensryche), Bob Catley (Magnum), Hansi Kürsch (Blind Guardian), Candice Night (Blackmore’s Night), Jorn Lande (Jorn, ex-Masterplan) e Mille Petrozza (Kreator).

A parte instrumental conta com Tobias Sammet tocando baixo e teclados (além, obviamente, dos vocais), Sascha Paeth na guitarra e baixo, Michael Rodenberg nos teclados e piano e Felix Bohnke na bateria.

Sammet tem descrito “Moonglow” como o álbum mais “enfeitado e detalhado” feito até hoje pelo Avantasia. Segundo ele, há elementos da música celta e world music, além de grandes corais e material “atmosférico”.

Vale destacar que o Avantasia tem show marcado no Brasil para este ano. O projeto vem ao país para apresentação única no Free Pass Metal Festival, no dia 2 de junho.

Leia também:  Paul McCartney faz 82 anos; veja outros fatos da música em 18 de junho

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasTobias Sammet pensou em lançar Moonglow, do Avnatasia, como álbum solo
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades