David Reece questiona Accept por não reconhecer Eat The Heat

O vocalista David Reece, que integrou o Accept entre 1988 e 1989, demonstrou descontentamento ao falar sobre o fato de sua antiga banda ignorar “Eat The Heat”, o único álbum gravado com seus vocais. Reece se juntou ao grupo para substituir Udo Dirkschneider, que havia sido demitido, mas a parceria durou apenas um ano.

“Por que eles não podem apenas dizer: ‘ei, isso faz parte de nosso legado’?”, questionou David Reece, em entrevista ao podcast “The Classic Metal Show” (transcrição via Blabbermouth). “Eu já ouvi falar que Wolf (Hoffmann, guitarrista) já pediu a jornalistas para que não perguntassem sobre David Reece. Eu também tenho alguns discos ruins na minha carreira. Isso lhe dá uma oportunidade para falar sobre. Você não precisa criticar o outro”, completou.

– Sircle Of Silence, a faceta metal de David Reece

Reece destacou que os integrantes do Accept poderiam dizer, apenas, que não funcionou. “Você pode dizer: ‘não deu certo, mas foi uma boa experiência’. Até porque eu acho que Wolf Hoffmann toca muito bem em ‘Eat The Heat’. Há timbres parecidos com o de David Gilmour na música ‘Generation Clash’. É um dos grandes guitarristas de metal do mundo”, disse.

David Reece falou, ainda, sobre sua entrada ter ocorrido por “influência externa” – Udo Dirkschneider foi demitido e formou a banda U.D.O., cujo primeiro álbum, “Animal House” (1987), foi integralmente composto pelos membros do Accept como forma de demonstrar apoio ao seu ex-vocalista. “Penso nisso por toda a vida. Foi há 30 anos e acho que o Accept não estava preparado para fazer essa escolha. Eles estavam sendo pressionados pelas gravadoras na América. Ficaram empolgados com a chance de ficarem mais famosos e ricos. […] Nunca os vi admitindo que não estavam preparados para aquilo, daí, me culpam por uma série de coisas”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share