Notícias

Fora do Scorpions, James Kottak admite ser ‘alcoólatra em recuperação’


O baterista James Kottak falou, em entrevista ao IndiePower (transcrição via Blabbermouth), sobre a sua batalha contra o alcoolismo. O problema lhe custou, em 2016, seu posto como integrante do Scorpions, banda da qual fazia parte desde 1996 – atualmente, a vaga é ocupada por Mikkey Dee.

Kottak destacou, inicialmente, que seu rompimento com o Scorpions foi “amigável”. “Tive meus problemas com alcoolismo, não vou negar. Estive em recuperação por dois anos. Não sou perfeito, tenho lutado. Tenho altos e baixos, mas estou trabalhando duro em meu programa e não fico pregando, não saio falando: ‘não beba’. É minha situação pessoal”, afirmou.

– Leia: Scorpions vai tocar no Rock In Rio 2019, diz jornal

O músico pontuou, ainda, que não teve problemas com outras substâncias além do álcool. “Agradeço a Deus por não ser um viciado em pílulas – nunca foi a minha praia. E é isso. Reconheço e estou trabalhando para melhorar. Eu tenho a genética, sou um alcoólatra, mas estou trabalhando nisso. Não sou especial. Sou só um cara que toca bateria em uma banda de rock. O lance é que tenho o gene e sou alcoólatra, mas estou trabalhando nisso. É progresso, não perfeição”, disse.

Atualmente, James Kottak trabalha na reunião do Kingdom Come, ao lado dos guitarristas Danny Stag e Rick Steier, do baixista Johnny B. Frank e do vocalista Keith St. John, que substitui Lenny Wolf, nome original do grupo que recusou-se a participar do projeto. A banda vai celebrar o 30° aniversário de seu primeiro disco, autointitulado, com uma turnê pelos Estados Unidos.

– Leia: ‘Mikkey Dee é um baterista comum’, diz James Kottak

“Todos começaram a falar: ‘você precisa tocar o primeiro disco na íntegra’. Ok, faremos isso. Só tem 10 músicas e 48 minutos. O segundo disco é incrível, então, colocamos mais quatro ou cinco músicas dele. Como Keith St. John e eu tocamos no Montrose, vamos tocar uma música deles. E, claro, vamos tocar algo do Zeppelin, porque eu amo Zeppelin. Será divertido, uma festa. Não há tanta seriedade”, disse Kottak sobre a reunião do Kingdom Come.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Apaixonado por rock desde a pré-adolescência, começou a escrever sobre música na internet em 2007. Anos depois, co-fundou o site Van do Halen e trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia. Atualmente, é redator-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia sites como o Cifras, Ei Nerd e outros. Também é redator do Whiplash.Net, o maior site de rock e heavy metal do Brasil.
http://igormiranda.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *