Curiosidades Listas

5 bandas que seguem sem membros da formação original


Poucas bandas são como o U2, com sua formação original mantida desde o primeiro dia de formação. Grupos como Green Day, ZZ Top e o praticamente aposentado Rush chegaram a mudar seus bateristas bem no início de suas trajetórias, mas também são casos inspiradores de longevidade.

As bandas da lista abaixo representam o oposto do U2 em termos de line-up. Suas formações atuais não contém nenhum músico original, nem mesmo algum instrumentista que tenha participado das gravações do primeiro disco de estúdio.

Veja:

Blackfoot

A formação original do Blackfoot, de 1969, foi composta por Rickey Medlocke no vocal e na guitarra, Charlie Hargrett no baixo, Gret Walker no baixo, Ron Sciabarasi nos teclados e Jakson Spires na bateria. Ainda em 1969, Sciabarasi abandonou o grupo, que se consolidou com os remanescentes, em formato de quarteto, e gravou cinco discos, de “No Reservations” (1975) a “Marauder” (1981).

Entre idas e vindas, o Blackfoot existiu até o ano de 1997. Depois, foi reformado entre os anos de 2004 e 2011, com Charlie Hargrett, Gret Walker e Jakson Spires (até 2005, ano de sua morte), bem como outros músicos.

Em 2012, Rickey Medlocke retomou o grupo com uma formação completamente diferente, que sequer o inclui, com Sean Chambers (vocal, guitarra), Brian Carpenter (baixo), Tim Rossi (vocal, guitarra) e Christopher Williams (bateria). Medlocke atua apenas como produtor em estúdio e convidado especial em algumas apresentações.

Formação atual:

– Rick Krasowski (vocal, guitarra, de 2016 até hoje)
– Tim Rossi (vocal, guitarra, de 2012 até hoje)
– Brian Carpenter (baixo, de 2012 até hoje)
– Matt Anastasi (bateria, de 2012 até hoje)

Little River Band

A formação original deste grupo australiano de soft/folk rock, constituído em 1975, é composta por Glenn Shorrock (vocal), Graeham Goble (guitarra), Beeb Birtles (guitarra), Graham Davidge (guitarra), Derek Pellicci (bateria) e Dave Orams (baixo). A line-up só gravou uma música, “When Will I Be Loved”, que permaneceu engavetada até 1988.

Dave Orams foi substituído por Roger McLachlan, ainda em 1975, e a formação em questão gravou os dois primeiros discos da banda, “Little River Band” (1975) e “After Hours” (1976). Depois, mudanças se tornaram constantes na line-up do grupo. Mais de 30 músicos já passaram pela Little River Band.

A banda nunca interrompeu suas atividades e, hoje, não tem nenhum integrante original em sua formação. O mais antigo é o baixista e vocalista Wayne Nelson, que está no grupo desde 1980, tendo saído de 1996 a 1999.

Formação atual:

– Wayne Nelson (baixo, de 1980 a 1996 e de 1999 até hoje, e vocal, de 2000 até hoje)
– Greg Hind (guitarra, de 2000 até hoje)
– Rich Herring (guitarra, de 2006 até hoje)
– Ryan Ricks (bateria, de 2012 até hoje)
– Chris Marion (teclados, de 2004 até hoje)

Quiet Riot

A formação original do Quiet Riot, estabelecida em 1973, foi composta por Kevin DuBrow nos vocais, Randy Rhoads na guitarra, Kelly Garni no baixo e Drew Forsyth na bateria. Juntos, gravaram dois álbuns que só foram lançados no Japão: “Quiet Riot” (1977) e “Quiet Riot II” (1978).

Randy Rhoads foi convidado para se juntar à banda de Ozzy Osbourne em 1979. No ano seguinte, o Quiet Riot chegou ao fim e, em 1982, foi reformado com Rudy Sarzo no baixo (que já havia integrado a banda entre 1979 e 1980), Carlos Cavazo na guitarra e Frankie Banali na bateria. Esta foi a formação de maior sucesso do grupo, apesar das constantes mudanças ao longo dos anos.

Atualmente, o Quiet Riot segue sob a batuta de Frankie Banali, que não é um integrante original. Ele é acompanhado de dois músicos que já haviam gravado com o grupo quando Kevin DuBrow ainda era vivo: o baixista Chuck Wright e o guitarrista Alex Grossi.

(Veja também: Uma reveladora entrevista da mãe de Randy Rhoads após a morte dele)

Formação atual:

– Seann Nicols (vocal, desde 2016)
– Alex Grossi (guitarra, de 2004 a 2006, 2007 e 2010 até hoje)
– Chuck Wright (baixo, de 1985 a 1987, de 1994 a 1997, de 2004 a 2006, 2007 e de 2010 até hoje)
– Frankie Banali (bateria, de 1982 a 1989, de 1993 a 2003, de 2004 a 2007 e de 2010 até hoje)

(No vídeo abaixo, ainda estão com Jizzy Pearl nos vocais, já que Seann Nicols, aparentemente, ainda não estreou)



Thin Lizzy

O Thin Lizzy é um caso a parte nessa lista, visto que o grupo só se reúne para turnês específicas, em tom comemorativo. Ainda assim, a banda segue existindo.

O grupo foi formado em 1969 por Phil Lynott no vocal e baixo, Eric Bell na guitarra, Brian Downey na bateria e Eric Wrixon nos teclados. Wrixon logo saiu e, como trio, os músicos gravaram três álbuns: “Thin Lizzy” (1971), “Shades of a Blue Orphanage” (1972) e “Vagabonds of the Western World” (1973).

Eric Bell saiu na virada do ano de 1973 para 1974 e foi substituído por Gary Moore, que logo saiu. Entre 1974 e 1975, os remanescentes recrutaram Brian Robertson e Scott Gorham para as guitarras. Foi a formação de mais sucesso do grupo, durando até 1978.

Phil Lynott, líder e principal compositor do Thin Lizzy, morreu em 1986. O grupo foi reformado em duas ocasiões distintas. Na primeira, entre 1996 e 2010, contava com John Sykes como frontman e Scott Gorham, além de outros músicos. Brian Downey chegou a integrar esta encarnação, entre 1996 e 1998.

Na segunda e atual, de 2010 em diante, o frontman é Ricky Warwick. Brian Downey, membro original, seguiu até 2016, quando foi substituído por Mikkey Dee e, posteriormente, Scott Travis.

(Veja também: Do fracasso ao colapso, os últimos dias de Phil Lynott)

Formação atual:

– Ricky Warwick (vocal, de 2010 até hoje)
– Scott Gorham (guitarra, de 1974 a 1983, de 1996 a 2001 e de 2004 até hoje)
– Damon Johnson (guitarra, de 2011 até hoje)
– Tom Hamilton (baixo, de 2016 até hoje)
– Scott Travis (bateria, de 2016 até hoje)
– Darren Wharton (teclados, de 1981 a 1983, de 1996 a 2001 e de 2010 até hoje)



Yes

O Yes foi formado, em 1968, por Jon Anderson (vocais), Peter Banks (guitarra), Tony Kaye (teclados), Chris Squire (baixo) e Bill Bruford (bateria). Foi a formação responsável por gravar os dois primeiros álbuns da banda, “Yes” (1969) e “Time and a Word” (1970).

O grupo se estabeleceu nas formações seguintes, com Rick Wakeman no lugar de Tony Kaye, Steve Howe nas seis cordas ao invés de Peter Banks e Alan White no posto de Bill Bruford. Apesar disso, ocorreram diversas mudanças na line-up do Yes.

A partir de 2008, o Yes passou a contar somente com Chris Squire da formação original, além de Steve Howe e Alan White, da line-up considerada clássica, e outros músicos. Squire faleceu em 2015 e foi substituído por Billy Sherwood. O grupo segue na estrada.

Formação atual:

– Jon Davison (vocal e violão de 2012 até hoje)
– Steve Howe (guitarra, de 1970 a 1981, de 1990 a 1992 e de 1995 até hoje)
– Billy Sherwood (guitarra e teclados em 1994 e de 1997 a 2000 e baixo de 2015 até hoje)
– Alan White (bateria, de 1972 a 1981 e de 1982 até hoje)
– Geoff Downes (teclados, de 1980 a 1981 e de 2011 até hoje)


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Apaixonado por rock desde a pré-adolescência, começou a escrever sobre música na internet em 2007. Anos depois, co-fundou o site Van do Halen e trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia. Atualmente, é redator-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia sites como o Cifras, Ei Nerd e outros. Também é redator do Whiplash.Net, o maior site de rock e heavy metal do Brasil.
http://igormiranda.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *