A curiosa razão que levou Ace Frehley a não querer gravar álbum ao vivo

Guitarrista ex-Kiss optou por seguir com o terceiro volume de sua série de discos de covers, “Origins”

Ace Frehley lançou recentemente “10,000 Volts”, seu 8º disco solo de estúdio, e já se prepara para dar sequência à sua carreira. A gravadora sugeriu o lançamento de um álbum ao vivo, mas o guitarrista tratou de deixar claro que não pretende fazer isso e deu um motivo bastante curioso para não gostar da ideia, algo que seria impensável em seus tempos de Kiss.

Foi em entrevista para o Goldmine (via Guitar.com) que o músico revelou a proposta de gravar material em cima do palco. Contudo, Frehley não pareceu nada feliz com a ideia. Em vez disso, o guitarrista planeja lançar mais um álbum de covers, o terceiro da saga “Origins”.

- Advertisement -

Frehley disse:

“Acabei de sair de uma ligação com minha gravadora. Queriam que eu fizesse um álbum ao vivo em vez de ‘Origins Vol. 3’, mas os convenci a sair dessa. Disse a eles que quando o Kiss fez ‘Alive!’ (1975) e ‘Alive II’ (1977), nós não permitíamos que nossos shows fossem gravados. Mas sempre que faço um show agora, todo mundo está gravando com seus iPhones.”

Isso impediria até mesmo eventuais correções, algo que sua antiga banda fez bastante nos álbuns ao vivo. Ele afirma:

“Mesmo que eu cometa alguns erros ou desafine aqui e ali ao vivo, eu posso consertar no estúdio, fazer overdubs e assim por diante, mas todos os garotos vão ter o registro original para comparar e dizer: ‘isso não é ao vivo’.”

Dessa forma, Ace segue com “Origins Vol. 3”, que deve manter a fórmula dos dois primeiros, com covers e participações especiais. Contudo, o guitarrista faz um mistério sobre os próximos passos.

Leia também:  Anunciado livro inédito de Rita Lee que só poderia ser lançado após sua morte

“Eu os convenci a desistir da ideia e hoje nós decidimos definitivamente ir com ‘Origins Vol. 3’. Eu ainda não posso dizer, mas terei alguns convidados muito especiais.”

Ace Frehley e “Origins”

O primeiro álbum de covers de Ace Frehley, “Origins Vol. 1”, foi lançado em 2016. O disco traz covers dos Rolling Stones, Cream, Jimi Hendrix, Free, Led Zeppelin, Thin Lizzy, The Kinks e outros. A lista de convidados inclui John 5 (Marilyn Manson, Rob Zombie, Mötley Crüe), Lita Ford (Runaways), Slash (Guns N’ Roses), Mike McCready (Pearl Jam) e até o ex-colega Paul Stanley (Kiss).

Já “Origins Vol. 2” saiu em 2020, com músicas do Mountain, Deep Purple, Beatles, Humble Pie, The Animals e outros. Entre as participações, constam novamente John 5 e Lita Ford, além do tecladista Rob Sabino, Robin Zander (Cheap Trick) e a “cota do Kiss” preenchida por Bruce Kulick.

Sobre “10,000 Volts”

“10,000 Volts” saiu no último dia 23 de fevereiro. O disco chegou ao 72º lugar na Billboard 200, principal parada dos Estados Unidos. No chart específico de rock, alcançou o 10º posto.

De acordo com uma atualização recente, Ace Frehley está impedido de excursionar fora da América do Norte por conta de problemas com seu passaporte. Ele espera resolver a situação em breve para poder fazer uma turnê mundial.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA curiosa razão que levou Ace Frehley a não querer gravar álbum...
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades