A música do Led Zeppelin que Slash diz ter moldado sua carreira

Integrante do Guns N' Roses tinha apenas 7 anos de idade quando identificou o som de uma guitarra Les Paul como seu favorito

Slash é uma referência na guitarra. Porém, como era de se esperar, também foi moldado por alguns de seus heróis nas seis cordas.

O músico do Guns N’ Roses, admirador dos usuários do modelo Gibson Les Paul, cita como uma de suas principais influências outro “colega de instrumento”: Jimmy Page. Um momento específico do Led Zeppelin é destacado.

- Advertisement -

Em entrevista para a Total Guitarist (via Far Out Magazine), o homem da cartola falou da importância de uma música do quarteto britânico em sua formação. Estava tudo ali: o som, a Les Paul e Page, referência óbvia para quem conhece seu trabalho.

Trata-se de “Whole Lotta Love”, faixa presente no álbum “Led Zeppelin II” (1969). Slash relembra:

“Uma das melhores coisas sobre a forma de tocar de Jimmy Page é que ele encaixava seu estilo, pelo menos no disco, dentro do contexto da música. Não era apenas um solo de guitarra. Lembro de escutá-la aos 7 anos de idade. Atribuí aquele som – que achei ser o mais legal que já ouvi naquela época da minha vida – à Les Paul… Eu sabia que era uma Les Paul fazendo aqueles timbres de guitarra porque vi fotos de Jimmy Page segurando uma – então foi isso que me fez a associar com esse tipo de som.”

Slash e “Orgy of the Damned”

É ainda pensando em influências – especialmente as orientadas ao blues – que Slash gravou “Orgy of the Damned”, que será lançado em 17 de maio. A produção é assinada por Mike Clink, o mesmo responsável por discos clássicos do Guns N’ Roses, como “Appetite for Destruction” e “Use Your Illusion”.

Leia também:  Nada de Beatles ou Stones: a melhor banda de rock segundo Jack Black

Diferentemente de outros trabalhos recentes, o guitarrista não gravou com o vocalista Myles Kennedy e sua banda de apoio, The Conspirators. Em vez disso, retomou o formato de seu disco solo de 2010, homônimo, que trouxe vários convidados.

O homem da cartola já havia adiantado alguns detalhes do projeto em entrevista de 2023 ao Yahoo Entertainment!. Na ocasião, foi econômico nas informações: confirmou apenas a presença de Demi Lovato. Os dois colaboraram recentemente em uma nova versão para “Sorry Not Sorry”, hit da cantora.

Outros participantes do projeto incluem Brian Johnson (AC/DC), Gary Clark Jr., Chris Robinson (The Black Crowes), Billy Gibbons (ZZ Top), Iggy Pop e Paul Rodgers (Free/Bad Company).

Leia também:  Matt Sorum mudou sua visão sobre ausência da reunião do Guns N’ Roses

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA música do Led Zeppelin que Slash diz ter moldado sua carreira
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades