Baixista do X Japan, Heath morre aos 55 anos

Músico, que fazia parte da banda desde 1992, havia sido diagnosticado com câncer

Hiroshi Morie, o Heath, baixista do X Japan, morreu aos 55 anos de idade. A informação foi confirmada pelo Postseven (via Yahoo! Japan).

De acordo com a publicação, o músico lutava contra um câncer em região do corpo não especificada. Uma fonte ouvida pelo Jojo Seven afirma que ele estava com a saúde debilitada desde o início do ano. Somente meses depois, foi ao médico e descobriu estar com a doença em estágio avançado.

“Infelizmente, ele só voltou para casa no fim de outubro, pouco tempo após a descoberta do câncer. Foi tão repentino que ele não teve nem de informar seus colegas de banda que estava com câncer ou mesmo que estava lutando contra a doença.”

- Advertisement -

Sobre Heath

Nascido em 22 de janeiro de 1968, em Amagasaki, Hyogo, no Japão, Heath fez parte de bandas de heavy metal como Paranoia e Aion ao longo da década de 1980. Também foi vocalista do Sweet Beet.

Em 1990, conheceu Hide, então guitarrista do X Japan, após ter se mudado para Tóquio. No ano seguinte participou de um evento promovido pelo baterista Yoshiki. Retornou em 1992 ao Sweet Beet — que mudou de nome para Media Youth —, mas justo neste ano foi convidado para se juntar ao X Japan, na vaga deixada por Taiji Sawada.

Leia também:  Escape the Fate anuncia show único no Brasil para setembro

A partir de então, fez parte de todas as atividades do grupo, que se separou em 1997 e retomou as atividades exatamente uma década depois. Durante o período em que o grupo esteve inativo, lançou-se em carreira solo, com uma série de álbuns lançados entre 1995 e 2006, e integrou o Dope HEADz, além de outros projetos.

A atividade final de Heath na música foi com o X Japan: o single “Angel”, primeira música inédita da banda desde “Born to Be Free” (2015).

Sobre o X Japan

Formado em 1982, o X (posteriormente renomeado X Japan por conta de conflitos com outras marcas em sua carreira internacional) se tornou um dos nomes mais populares da música nipônica. O grupo vendeu mais de 30 milhões de cópias dos seus discos e foi reconhecido como pioneiro no Visual Kei, movimento local comparado ao Glam no ocidente.

A banda não se apresenta ao vivo há 5 anos. Suas últimas atividades foram três noites sold-out consecutivas em setembro de 2018 no Makuhari Messe em Chiba, Japão. No mesmo ano, se apresentaram no Coachella e lançaram o documentário “We Are X” nos cinemas de todo o mundo.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasBaixista do X Japan, Heath morre aos 55 anos
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades