Por que Lulu Santos é o Prince brasileiro, segundo Guilherme Arantes

Responsável pela comparação destaca que ambos os artistas tinham muitas características em comum, da postura no palco à personalidade

Guilherme Arantes é um admirador do trabalho de Lulu Santos desde a década de 1980. Para o primeiro citado, o segundo é um dos maiores nomes da música brasileira e um artista completo, de forma semelhante ao americano Prince, que morreu em 2016.

Em um texto postado no Facebook, parabenizando Lulu pelos 70 anos de idade, Arantes explicou tal comparação. Primeiramente, ele disse que sempre acreditou no sucesso do colega de profissão, mesmo quando ainda era mais inexperiente no meio.

“Feliz é o mundo que tem um artista assim completo, trago minha admiração respeitosa desde 1981, quando eu era uma emergente ‘bola da vez’ na música do Brasil, e que quando me davam voz de influenciador querendo minhas opiniões, me perguntavam quem era minha maior aposta para o futuro, e eu sem titubear sempre respondi: Lulu.”

- Advertisement -

Enquanto sua aposta nacional era Lulu, seu palpite para uma carreira bem-sucedida mundo afora envolvia Prince – cujo álbum de estreia, “For You”, saiu em 1978. Ambos os artistas tinham muito em comum na percepção de Arantes, como a personalidade forte, a entrega nas apresentações e o estilo de tocar guitarra.

“No Brasil, Lulu, um performer dessa mesma estatura, sempre achei nele o ‘nosso Prince’. Com toda a personalidade forte e cortante que é característica dos que nasceram para fazer a diferença, para durarem, tornando-se clássicos de um mundo bom. No palco, uma competência absoluta, preciosismo e qualidade no produto que entrega com generosidade de campeão. Guitarra seminal, um músico da maior estirpe. Compositor de brilho certeiro e nobre, sempre uma referência pra mim, seu fã de tantas décadas.”

https://www.facebook.com/GuilhermeArantesOficial/posts/pfbid0BW6vKFgMmbJ6NSHcZXgm826aFw7rKCiMTU9c32FtQFfFWid8AxyHGsJXG3Am4yrfl?cft[0]=AZVaw0Jv3giRmST3PjF-PFOu-ebejaAqox5kvnHDTM–HxJxpNo6d_wIUG3dowdayUe1jI9-DUtAlXaD0P6igsIdIMvqrbfLBK3Me8jccVOCtNZHTYF35c8ulDQZQUpnSzlqTrL4N7l_R37CMHrw1bq4zU4-1cBHj0IGCmyQDrH3qw&tn=%2CO%2CP-R

Guilherme Arantes recentemente

Em 2021, Guilherme Arantes lançou o seu álbum de estúdio mais recente, “A Desordem dos Templários”. O trabalho nasceu por acaso, a partir de um planejamento que não envolvia música: o cantor pretendia passar quatro meses na Espanha estudando compositores barrocos e visitando locais turísticos.

Leia também:  Lzzy Hale afirma estar disposta a permanecer no Skid Row

Veio a pandemia, um problema na coluna cervical e uma “depressão de carreira”, nas palavras do próprio. Foi aí que nasceu o disco, também gravado na Espanha.

Em material de divulgação, o músico declarou ter explorado elementos como o lundu, a valsa, a modinha, a bossa nova, a toada ternária mineira e o baião no projeto.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que Lulu Santos é o Prince brasileiro, segundo Guilherme Arantes
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades