Stone Temple Pilots foi erroneamente rotulado grunge? Robert DeLeo comenta

Em entrevista, músico ainda revela qual canção da banda compôs inspirado na bossa nova

Quando o Stone Temple Pilots estourou, a primeira comparação já foi direta com o Pearl Jam. Nem dá para se irritar, já que o hit “Plush” se passaria facilmente por uma música de Eddie Vedder e companhia, especialmente se você ouvisse em uma rádio sem qualquer informação prévia.

Mesmo assim, o baixista Robert DeLeo entende que a banda não tinha muito a ver com o movimento grunge. Em entrevista à rádio 107.7 The Bone (transcrita pelo Blabbermouth), o músico até declarou compreender o rótulo. Porém, discorda dele.

“Acho que nós quatro nunca colocamos nenhum tipo de denominação na música que estávamos fazendo. Acontece que saímos em um momento em que as pessoas neste negócio estavam criando esses termos. É uma questão mercadológica e fomos pegos, assim como outras bandas, em um ponto de venda para as gravadoras ganharem dinheiro. É tudo muito ridículo.”

- Advertisement -

DeLeo usa até o exemplo de uma música específica e cita uma influência totalmente fora do contexto do rock – e que faz referência ao Brasil.

“‘Interstate Love Song’ é grunge? Acho que não. Na verdade, a compus como uma bossa nova.”

Stone Temple Pilots e “Interstate Love Song”

“Interstate Love Song” faz parte do segundo álbum do Stone Temple Pilots, “Purple” (1994). Ela ficou 15 semanas consecutivas em 1º lugar na parada Mainstream Rock da Billboard, um recorde à época. O disco vendeu mais de 6 milhões de cópias só nos Estados Unidos.

Leia também:  O grande problema dos primeiros anos do Kiss, segundo Paul Stanley

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesStone Temple Pilots foi erroneamente rotulado grunge? Robert DeLeo comenta
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades