Afinal, o Will de “Stranger Things” é gay? Ator e produtor comentam

Rumores sobre orientação sexual do personagem existem desde a terceira temporada; elenco evita falar diretamente sobre o assunto, mas produtor indica novidades pela frente

Desde a terceira temporada de “Stranger Things”, existe uma suspeita de que Will Byers (Noah Schnapp) seria gay. O assunto passou a ser tão debatido que o próprio ator, além de colegas de elenco e o produtor executivo da série, Shawn Levy, falaram sobre o assunto.

Como esperado, nada foi cravado por eles. Porém, fica claro que o assunto ainda deve ser explorado no futuro.

Em conversa com a Variety, Schnapp deixou em aberto a temática do desenvolvimento de Will enquanto personagem, explicando que a crise pode ter a ver com outras áreas de sua vida. Os personagens principais de “Stranger Things” estão chegando agora à adolescência, uma época cheia de conflitos internos.

“Nunca é abertamente discutido sobre como Will é, e penso que essa é a beleza da coisa. Fica para o público interpretar se Will está se recusando a crescer, crescendo mais lentamente que seus amigos, ou se ele realmente é gay.”

Millie Bobby Brown, a Eleven, também deu declarações de teor parecido com as de Noah Schnapp ao enfatizar que não é necessário colocar rótulos no personagem. Ela focou nos problemas que Will enfrenta e disse que isso não precisa ter relação exatamente com a sexualidade dele.

Nada é por acaso

Ao longo da terceira e quarta temporadas de “Stranger Things”, vários pequenos diálogos e detalhes dão a entender que Will pode ter dificuldade em se abrir com as pessoas próximas. Em uma cena da terceira temporada, Mike (Finn Wolfhard) chega a acusá-lo de “não gostar de garotas”.

Em conversa com o Entertainment Weekly, o produtor Shawn Levy não revelou nada, mas indicou que esses pequenos detalhes quase nunca são colocados à toa na série. Em função disso, os irmãos Duffer, que são os diretores, podem acabar sendo mais explícitos sobre esse tema na segunda parte da quarta temporada, ainda não lançada.

“Sem revelar o que vamos fazer no Volume 2, vou dizer que não existem muitos acidentes em ‘Stranger Things’. Há intenções claras, estratégias e decisões pensadas para todos os personagens. Se você terminou o Volume 1 tendo pego essas migalhas de trama e do personagem, provavelmente não foi por acidente.”

Sobre Stranger Things

Misturando ficção científica, terror, suspense e drama adolescente, “Stranger Things” estreou em julho de 2016. O roteiro é ambientado na cidade fictícia de Hawkins, Indiana, Estados Unidos, durante a década de 1980. A temporada mais recente contou com audiência superior a 40 milhões de usuários do serviço de streaming apenas nos Estados Unidos.

Criada, escrita e dirigida pelos irmãos Matt e Ross Duffer, a série foi aclamada pela crítica especializada desde o lançamento e coleciona indicações em premiações como Emmy, Globo de Ouro e BAFTA TV Awards, entre outros.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share