Iconic estreia com álbum que repete problemas dos supergrupos da Frontiers

Banda que reúne Nathan James (Inglorious), Michael Sweet (Stryper) e três membros atuais e antigos do Whitesnake peca em suas composições padronizadas

O selo italiano Frontiers Records não cansa de misturar membros das bandas do seu cast em projetos no estilo supergrupo. A nova empreitada é o Iconic, que reúne o vocalista Nathan James (Inglorious), o guitarrista Michael Sweet (Stryper) e três membros atuais e antigos do Whitesnake: Joel Hoekstra (guitarra), Marco Mendoza (baixo) e Tommy Aldridge (bateria).

A escalação é de deixar qualquer adepto do hard rock interessado. Afinal, além de figuras sagradas de outrora, o trabalho conta com um dos cantores mais festejados da atual geração.

“Second Skin” é o primeiro fruto da parceria. A sonoridade, como não poderia ser diferente, remete em vários momentos ao grupo de David Coverdale. Porém, há de se destacar o diferencial de Sweet e Nathan realizarem algumas alternâncias na hora de cantar que fazem algo distinto – embora o primeiro citado exagere no seu registro mais agudo em determinados momentos.

Mas o grande problema esbarra justamente no que deve ser a atração principal de qualquer disco: as composições. Já dissemos isso em outras resenhas de trabalhos da Frontiers, mas se faz cada vez mais urgente uma alternância de produtores e compositores para discos do tipo. Alessandro Del Vecchio – que aqui também se encarregou dos teclados – padroniza seus trabalhos no pior dos sentidos. Tudo acaba soando igual e sem inspiração.

Há boas canções, como “Ready for Your Love”, a pesada “Nowhere to Run” – corretamente escolhida como single de apresentação do grupo – e a riffeira “All About”. Mas é muito pouco para a expectativa gerada.

Fãs menos exigentes irão aprovar – especialmente quem curte umas baladas bem açucaradas e clichês. Porém, os que realmente desejam conhecer o trabalho de Nathan James têm muito mais a aproveitar curtindo o Inglorious, uma das melhores bandas de hard rock das últimas décadas.

Ouça “Second Skin” a seguir, via Spotify, ou clique aqui para conferir em outras plataformas digitais.

O álbum está na playlist de lançamentos do site, atualizada semanalmente com as melhores novidades do rock e metal. Siga e dê o play!

Iconic – “Second Skin”

  1. Run (As Fast As You Can)
  2. Ready For Your Love
  3. Second Skin
  4. All I Need
  5. Nowhere To Run
  6. Worlds Apart
  7. All About
  8. This Way
  9. Let You Go
  10. It Ain’t Over
  11. Enough Of Your Love

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
  1. concordo com as criticas de um modo geral, bem como que o inglorious reflete mais e melhor o talento de nathan mas, especificamente e curiosamente, gostei desse album, pelo menos em duas primeiras ouvidas, a presença de michael sweet dá um molho interessante e julguei um pouquinho distinto e melhor que a grande parte dos projetos desse tipo, caça níqueis muitas vezes, fabricados pela frontiers

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
4
Share