Foto: Tina Korhonen

Michael Schenker Group anuncia o álbum “Universal” para maio

Trabalho é o segundo da banda liderada pelo guitarrista alemão desde a retomada de atividades em 2021

O Michael Schenker Group confirmou o lançamento do álbum “Universal” para o dia 27 de maio por meio da gravadora Atomic Fire Records. Será o segundo trabalho da banda do guitarrista alemão Michael Schenker desde a retomada de atividades ano passado, com o disco “Immortal”.

O vocalista principal segue sendo Ronnie Romero (Rainbow, Lords Of Black, Vandenberg). Outros cantores que participam são Michael Kiske (Helloween, Unisonic) e Ralf Scheepers (Primal Fear).

No baixo, estão confirmadas as participações especiais de Bob Daisley (Rainbow, Ozzy Osbourne, Uriah Heep), Barry Sparks (Dokken, Yngwie Malmsteen) e Barend Courbois (Blind Guardian). Os bateristas são Simon Phillips (Toto, The Who, Judas Priest), Brian Tichy (Whitesnake, Foreigner), Bobby Rondinelli (Rainbow, Black Sabbath) e Bodo Schopf (Eloy). Os teclados ficaram a cargo de Steve Mann (Lionheart), além de uma aparição especial de Tony Carey (Rainbow).

A tracklist será divulgada nas próximas semanas. A produção, assim como no anterior, ficou a cargo do próprio Michael Schenker em parceria com Michael Voss (Mad Max, Casanova, Bonfire).

O guitarrista já adiantou que a faixa “A King Has Gone”, assim como sua intro “Calling Baal”, são um tributo a Ronnie James Dio, mais especificamente para a performance do cantor no álbum “Rising”. Para tal, reuniu três ex-instrumentistas do Rainbow – Bob Daisley, Bobby Rondinelli e Tony Carey – além de Michael Kiske nos vocais.

Sobre Michael Schenker

Nascido em Sarstedt, Alemanha Ocidental, Michael Schenker começou a tocar com o Scorpions aos 11 anos de idade. Quando o grupo lançou seu álbum de estreia, Lonesome Crow, tinha 17. Após uma turnê com o UFO, acabou se juntando ao grupo britânico. Entre idas e vindas, fez parte da banda em três distintas ocasiões. Também participou do Contraband, além de ter brevemente substituído Robin Crosby no Ratt.

Em sua lista de convites recusados ou ignorados estão propostas e testes com Aerosmith, Ozzy Osbourne e Deep Purple. Após um breve retorno ao Scorpions, se estabeleceu de vez como cabeça de seus projetos: Michael Schenker Group, McAuley Schenker Group, Michael Schenker’s Temple of Rock e Michael Schenker Fest.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share