Vídeo de George Martin explicando contratação dos Beatles à neta viraliza nas redes

Em momento pessoal, produtor reconheceu que a banda era boa, mas não brilhante; ainda assim, quis contratá-los para a EMI porque integrantes eram “pessoas muito boas de se conviver”

Giles Martin, filho de George Martin, publicou um vídeo de sua coleção pessoal nas redes sociais. Nele, o saudoso produtor explica à neta o que viu nos Beatles e o levou a firmar uma das parcerias mais vitoriosas na história da música.

Diz George no registro:

“Eles eram quatro e eu perguntei: ‘quem são eles, o que são eles?’. E ele (presumivelmente o empresário da banda, Brian Epstein) disse: ‘bem, são um grupo, nós os chamamos de Beatles’. E eu falei: ‘bem, esse é um nome bobo para começar; quem iria querer um grupo com o nome de beetles?’. E ele disse: ‘bem, não são os besouros que você pensa – é Beatles com um A, como Beat-les’. Então eu o escutei e respondi: ‘Bem, eu vou ter que ouvi-los antes de tudo.’

Então ele os enviou de Liverpool, o que é um longa viagem. Eu os conheci em Londres. Quando ouvi o que tinham, era bom, mas não brilhante. Estava tudo bem. Então eu pensei: ‘bem, por que eu deveria estar interessado nisso?’.

Mas a mágica veio quando comecei a conhecê-los, porque eram pessoas muito boas de se conviver. Eram engraçados, muito inteligentes, diziam coisas adoráveis. Eram o tipo de pessoa com quem você gosta de estar. E então, concluí que se eu gostava tanto assim deles, outras pessoas também poderiam gostar. Portanto, eles podem ser muito populares. E eu fiz discos com eles.”

Assista abaixo.

Ao compartilhar a filmagem, que obteve mais de 850 mil visualizações e 28 mil curtidas no Twitter, Giles declarou:

“Normalmente, não compartilho nada pessoal, mas este é meu pai, há um tempo atrás, explicando à minha filha por que assinou com os Beatles. Pessoas comuns fazem coisas extraordinárias. Grandes decisões são tomadas pelas razões mais simples. ‘Concluí que se eu gostava tanto assim deles, outras pessoas também poderiam gostar’.”

George Martin e os Beatles

George Martin morreu em 2016, aos 90 anos. Além dos Beatles, trabalhou com Elton John, Jeff Beck, Cheap Trick, America, Little River Band e UFO no contexto popular. Também contribuiu com trilhas sonoras e peças clássicas, trabalhando para o conglomerado midiático BBC e a gravadora EMI.

O produtor acompanhou John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr em quase toda a carreira, revolucionando a música pop com criações técnicas e tecnológicas que servem como referências atemporais.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
196
Share