Curiosidades Destaque Notícias

Primeiro álbum do System Of A Down foi feito para causar mosh pit, diz Malakian


Em entrevista ao canal da Ernie Ball no YouTube, transcrita pelo Ultimate Guitar, o guitarrista Daron Malakian falou sobre o processo de evolução das músicas do System Of A Down. Segundo ele, as canções da banda eram compostas para cada momento vivenciado na carreira do grupo.

Inicialmente, Malakian falou a respeito do seu jeito de tocar guitarra. “Sinto que tenho um certo estilo de tocar. Não sei como isso acontece, mas sempre tento adicionar isso, não tento só ficar com ele. Sempre tento adicionar uma certa cor que talvez eu não tenha usado antes”, afirmou.

Como Daron Malakian compôs ‘Chop Suey!’, clássico do System Of A Down

Em seguida, Daron Malakian debateu o processo de composição do System Of A Down, que costumava ser comandado por ele. “Se falar sobre os álbuns do System, eles evoluem com o passar do tempo. No primeiro disco (autointitulado, de 1998), era mais heavy metal e raivoso, eu acho. E acho que, por estarmos tocando em clubes na época, no primeiro disco, eu só estava tentando compor músicas que fizessem as coisas funcionar naquele ambiente, como provocar um mosh pit”, disse.

A concepção musical mudou com o crescimento da banda, segundo o guitarrista. “Começamos a tocar em lugares maiores e não era tão intimista assim. Comecei a me aprofundar na direção das composições e passei a me influenciar mais por compositores do que por riffs. Gente como (David) Bowie, Neil Young, Beatles, The Kinks e coisas do tipo começaram a aparecer no meu jeito de escrever, em músicas como ‘Lost In Hollywood’, ‘Soldier Side’, ‘ATWA'”, afirmou.

Por fim, Malakian destacou que seu estilo de compor evoluiu para algo mais “melódico”. “Simplesmente não tive medo de tentar isso, mesmo que possa ter sido algo que nunca fizemos antes. Foi honesto. Era onde eu estava enquanto compositor e eu sentia que, se fosse honesto, as pessoas entenderiam”, disse.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *