‘Não fosse por McCartney, Lennon tocaria em pubs para sempre’, diz Alice Cooper

O vocalista Alice Cooper falou sobre o amigo Paul McCartney em recente entrevista ao site Ultimate Classic Rock. Durante o bate-papo, McCartney é descrito por Cooper como “não apenas um Beatle, mas o Beatle”. O rei do shock rock diz, ainda, que John Lennon – a outra força criativa dos Beatles – não teria chegado à fama sem o colega.

A conversa sobre Paul McCartney teve início quando Alice Cooper foi perguntado se ouviu o novo disco solo do ex-Beatle, “Egypt Station”. “Fui ao estúdio quando estavam mixando em Los Angeles. Aconteceu de estarmos gravando algo e ele estava no outro estúdio. Ouvi algumas coisas e também escutei agora, no rádio. McCartney é tão profissional”, disse, inicialmente.

– Leia: Fim dos Beatles foi decisão de John Lennon, revela Paul McCartney

Em seguida, Alice Cooper fez elogios a Paul McCartney. “Ele não é apenas um Beatle, ele é o Beatle. John e eu bebíamos juntos e tudo o mais, mas ele é o cara que estava mais preso à música. Acho que se Paul McCartney não estivesse nos Beatles, ele (John) estaria em uma banda de pub para sempre. Ele apenas gosta de tocar. Quando ele entra e senta no piano, ele diz: ‘ok, Alice, cante a parte do meio, eu canto a outra e você pode fazer a dobra nisso’. E eu penso: ‘o quê?’ (risos). Estou cantando com Paul McCartney, o quão louco é isso? Ele é aquele que atrai mais respeito de qualquer um”, afirmou.

Alice Cooper chegou a trabalhar junto de Paul McCartney no primeiro disco do Hollywood Vampires, banda que conta com Joe Perry (Aerosmith) e Johnny Depp nas guitarras. Na ocasião, McCartney participou da regravação de “Come And Get It”, composição assinada pelo próprio ex-Beatle e lançada originalmente pelo Badfinger em 1970.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share