Notícias

Para polícia do Rio de Janeiro, bandana do Nirvana pode representar ligação com black blocs



Uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo divulgou alguns itens que podem representar ligações de pessoas com os black blocs, manifestantes de corte anarquista que se manifestam, geralmente, com máscaras. 
Além de computadores, celulares, HDs e pendrives, que podem conter informações sobre os manifestantes, alguns produtos pouco comuns foram apreendidos pela polícia. A intenção é tentar mostrar que esses itens têm ligação com os atos de violência praticados nas manifestações. 
Entre os itens incomuns apreendidos, está uma bandana do Nirvana, da ativista e advogada Eloísa Samy, de 45 anos. Dela, também foram confiscados um grampeador, uma jaqueta camuflada e uma camiseta de caveira. 
A lista, divulgada pela Folha de S. Paulo, mostra o que foi apreendido com alguns manifestantes. Itens completamente aleatórios se misturam a produtos que podem mostrar relação dessas pessoas com as manifestações e grupos de ação direta. Clique aqui para acessar a lista.

Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *