Curiosidades

Van Halen era muito pop para roqueiros e pesado para o pop, diz David Lee Roth



O vocalista David Lee Roth rompeu seu recente silêncio e concedeu uma entrevista ao site da revista Vogue, com o intuito de promover a sua exposição de arte “Play It Loud: Instruments Of Rock And Roll”. A mostra, que chega ao Metropolitan Museum Of Art (Nova York, EUA) em abril de 2019, reúne mais de 130 instrumentos usados por artistas como Beatles, Elvis Presley, Chuck Berry, Jimi Hendrix, Jimmy Page, Metallica, St. Vincent, Rolling Stones e mais.

Durante o bate-papo, o frontman do Van Halen refletiu sobre o trabalho da banda, que, embora esteja parada há alguns anos, segue entre as maiores da história do hard rock. Para Roth, o grupo “transcende gêneros musicais” por não se encaixar nem no pop, nem em vertentes mais pesadas.

O disco de estreia do Van Halen, que mudou o rock para sempre

“Nossa música é atemporal e pode ser tocada, com perfeição, por bandas de bar das Filipinas em casamentos hassídicos. Assim que você ouve ‘Dance The Night Away’, cada mão feminina agarra cada pulso masculino e diz: ‘levante-se, você vai dançar'”, disse.

“Nossa música transcende gêneros. Os caras do hard rock acham que somos frescos por tocarmos pop – e os popstars dizem que somos pesados demais”, completou.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *