Notícias

Clipe de Numb, do Linkin Park, atinge 1 bilhão de visualizações no YouTube



O clipe de “Numb”, música do Linkin Park, atingiu a marca de 1 bilhão de visualizações nesta semana. A marca foi celebrada pela banda, em publicação na plataforma de vídeos.

“Nosso videoclipe para ‘Numb’ acabou de passar de 1 BILHÃO de visualizações no YouTube. Obrigado por todo o apoio ao longo dos anos!”, afirma a postagem.

“Numb” foi lançada em 2003, como parte do segundo álbum da banda, “Meteora“. A canção foi divulgada como o terceiro single do disco – foi precedida por “Somewhere I Belong” e “Faint” como música de trabalho. Na época, chegou ao 11° lugar das paradas americanas e 14° nos charts britânicos, além de ter conquistado colocações de destaque nas listagens de outros países – incluindo uma satisfatória 6ª posição no ranking do Brasil.

O sucesso de “Numb” se estendeu ao longo dos anos, já que o número expressivo de visualizações no YouTube foi acumulado ao longo dos últimos 11 anos em que o vídeo está disponível na plataforma. Trata-se apenas do segundo clipe de rock a conquistar tal façanha no site: o primeiro foi “November Rain”, do Guns N’ Roses, que marca 1 bilhão e 54 milhões de views atualmente.

Bandas de sonoridade mais híbrida, como Coldplay e Twenty One Pilots, também já conquistaram 1 bilhão de visualizações com seus clipes. O grupo de Chris Martin obteve a marca com “Hymn For The Weekend” e “Paradise”, enquanto o duo americano atingiu o número com “Stressed Out” e “Heathens”.

Ainda deve levar algum tempo para que outros clipes do Linkin Park conquistem a mesma marca de “Numb”. O segundo vídeo mais assistido da banda no YouTube é o de “In The End”, com 648 milhões de visualizações. O terceiro, por sua vez, é o de “New Divide”, com 373 milhões de reproduções.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *