Notícias

Bret Michaels não se dedica tanto ao Poison, diz Rikki Rockett



A inatividade do Poison é algo assustador. A banda não lança um novo álbum desde “Poison’d”, registro de covers divulgado em 2007, e faz poucas turnês. O grupo chegou a ficar quase cinco anos – entre 2013 e 2017 – sem pisar em um palco, especialmente devido à carreira solo do vocalista Bret Michaels.

Em entrevista ao OC Weekly, o baterista Rikki Rockett reclamou da falta de dedicação de Bret Michaels com relação ao Poison. Para ele, o vocalista deveria “colocar um pouco mais de energia” na banda.

‘Native Tongue’, o melhor disco do Poison

“Acho que precisamos nos afastar um do outro e fazer outras coisas, mas, ao mesmo tempo, acho que ele passou tempo demais fora. Definitivamente, há ressentimento, mas não algo como se eu quisesse que ele fracassasse. Só quero que o Poison seja importante também. Gostaria que colocasse um pouco mais de energia no Poison”, afirmou.

Rikki Rockett reforçou que gostaria de gravar material inédito com o Poison. “Pessoalmente, acho que ainda temos histórias para contar. O negócio da música mudou muito, não sei se faríamos um disco completo, mas acho que você terá músicas novas em algum ponto”, disse.

* Siga IgorMiranda.com.br no InstagramFacebook e Twitter.


Mais notícias sobre:
Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *