Notícias

Joe Satriani explica por que Phil Collen está no G3


A escalação mais recente do G3 gerou surpresa. O line-up atual conta com Joe Satriani, John Petrucci (Dream Theater) e Phil Collen (Def Leppard) – este, novato no projeto e sem tanto currículo no segmento do shredding.

Em entrevista a Eddie Trunk (transcrita por Ultimate Guitar), o guitarrista Joe Satriani esclareceu como Phil Collen foi parar no G3.

“Há músicos conhecidos por serem loucos e notáveis, mas você não gostaria de tê-los em bandas como AC/DC, onde se depende de uma certa atitude roqueira e performance. E é engraçado, Steve Vai e eu sempre conversamos sobre o quanto somos imprudentes. Falávamos sobre Brian May e Eric Clapton – sempre funcionam, independente do que façam. E há vários músicos jovens com essa mesma consistência. Eles nunca saem do limite e dizem: ‘vou cair e ver o que acontece'”, afirmou.

– Veja também: Não foi acidente que fez show do Def Leppard no Rock In Rio 1985 ser cancelado

Satriani complementa: “É assim que Steve e eu somos. E quando nos juntamos com quem sabe deixar as coisas interligadas e, ainda assim, brilhar, é uma qualidade virtuosa para nós […] É dessa forma que vejo músicos como Phil. Digo de ouvido que ele é um virtuoso, mas ele está segurando as pontas, por estar em outro tipo de banda. Mas quando tocamos no ensaio do G4 Experience, me surpreendi. Mas não tanto, porque sempre soube que o Def Leppard ia além daquilo”.

Joe destacou que Phil Collen pode “simplesmente pirar e fritar” na guitarra. “Ele tem a habilidade de chegar ao limite. Mas ele também tem algo especial. Talvez sejam as décadas tocando em estádios. Ele sabe como deixar tudo perfeito e apresentar um grande show, mesmo que seja algo que ele nunca tenha feito antes. Phil foi ótimo para o G4 Experience, porque ele pode conversar com as pessoas sobre a experiência de se estar em um supergrupo. E ele toca em cordas muito grossas, tipo 0.13 ou algo assim”, afirmou Satriani.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *