Destaque Notícias

Rick Wright merecia mais reconhecimento pelo que fez no Pink Floyd, diz Mason


O baterista Nick Mason falou, em entrevista ao KSHE 95 transcrita pelo Ultimate Guitar, sobre a carreira construída junto do Pink Floyd, uma das bandas de maior sucesso do rock como um todo. Mason reconheceu sua presença estável no grupo, tocando em todos os álbuns de estúdio, mas destacou que outro integrante merecia maior reconhecimento: o tecladista Rick Wright.

Ao ser perguntado sobre seu trabalho em todos os álbuns do Pink Floyd, Nick Mason respondeu, inicialmente: “Não tenho certeza se toquei todos os álbuns, devem ter duas ou três faixas que eu não toquei por qualquer motivo que seja. Mas, sim, é algo incrível para se pensar, de verdade”. Mason pode estar se referindo ao álbum “A Momentary Lapse of Reason” (1987), onde Carmine Appice assumiu as baquetas de algumas músicas, como “The Dogs of War”.

– Por que David Gilmour e Roger Waters estão brigados, segundo Nick Mason

Em seguida, o baterista falou sobre o colega Rick Wright, falecido em 2008 e também presente em todos os álbuns do Pink Floyd – exceto “The Final Cut” (1983). “Não é que eu sinta que precise de maior reconhecimento. Na verdade, se alguém deveria ser mais reconhecido, é Rick”, afirmou.

Mason foi lembrado sobre o fato de ter feito esse mesmo comentário, em entrevistas anteriores, quando Wright faleceu. “Quando se olha para as nossas músicas, ele era parte tão integral do som”, completou.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *