Destaque Notícias

Megadeth faz 1° show desde diagnóstico de câncer de Mustaine, veja vídeos e repertório


O Megadeth fez o seu primeiro show desde que o seu líder, o vocalista e guitarrista Dave Mustaine, foi diagnosticado com um câncer na garganta. Após conclusão no tratamento, a banda voltou à estrada e a primeira apresentação aconteceu nesta segunda-feira (20), em Helsinque, na Finlândia.

Como o Megadeth cancelou toda a sua agenda de 2019, o show realizado nesta segunda (20) também foi o primeiro da banda em um período de 15 meses. O grupo faria, inclusive, uma turnê por festivais no Brasil em 2019, mas foi necessário substitui-los pelo Helloween.

– Dave Mustaine já ficou puto com ingressos caríssimos no Brasil

Veja, abaixo, o repertório e alguns vídeos do show na Finlândia:

01. Hangar 18
02. Wake Up Dead
03. Sweating Bullets
04. Dawn Patrol
05. Trust
06. A Tout Le Monde
07. She-Wolf
08. Dystopia
09. Symphony Of Destruction
10. Peace Sells

Bis:

11. Holy Wars… The Punishment Due

“Hangar 18”:

“Dystopia”:

“Symphony Of Destruction”:

“Peace Sells”:

“Holy Wars… The Punishment Due”:

Por meio de suas redes sociais, o baixista David Ellefson compartilhou uma foto do show. Na legenda, demonstrou gratidão por voltar ao palco com o Megadeth.

“Esta é uma foto do show de abertura da turnê em Helsinque, repleta de gratidão por nós quatro pelo retorno da saúde de Dave e pelo privilégio em poder tocar para vocês novamente”, diz Ellefson, inicialmente, em sua publicação.

O músico destacou que a situação pela qual Dave Mustaine passou teve peso em cada momento do show, desde o meet and greet até o momento no palco, tocando cada música. “A vida é um presente e nossa saúde é preciosa. Obrigado por todas as orações e apoio a Dave e ao Megadeth nos últimos meses. As orações certamente funcionaram!”, afirmou.

Por fim, Ellefson destacou que o Megadeth é “abençoado por celebrar esta nova década em uma turnê de ingressos esgotados na Europa”. “Espero vê-los por aqui. Fiquem com Deus”, concluiu.

Megadethpunch

Entre este mês e o próximo, o Megadeth excursiona pelo continente europeu junto do Five Finger Death Punch e Bad Wolves.

Chamada “Megadethpunch”, a turnê com Five Finger Death Punch, Megadeth e Bad Wolves passa a ideia de co-headlining – quando se tem duas bandas como atrações principais. Todavia, ao acessar o site oficial, o nome do Five Finger Death Punch aparece de forma bastante destacada. A logo do Megadeth surge abaixo, junto com a do Bad Wolves, como “also starring” (“também estrelando”).

– O plano B de Dave Mustaine caso o Megadeth não tivesse dado certo

Em entrevista ao podcast de Danny Stoakes, transcrita pelo Blabbermouth, o baixista David Ellefson revelou por que o Megadeth decidiu abrir para o Five Finger Death Punch ao invés de fazer uma turnê como headliner. O músico fez elogios à banda mais jovem e disse que há uma estratégia por trás dessa tour.

“Os caras do Five Finger são grandes amigos, estão fazendo muito sucesso. Trabalharam duro, esse sucesso é merecido. Acho isso legal”, disse, inicialmente.

“Normalmente, vamos à Europa para fazer festivais. Estamos buscando formas de fazer uma turnê que nos permita ‘penetrar’ mais na Europa ao invés do circuito de festivais. E essa é uma boa forma. São grandes arenas e muitos estarão lá para celebrar conosco”, completou.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *