Foto: Karl af Geijerstam / Wikimedia / CC-SA 4.0

Bobby Kimball, ex-vocalista do Toto, está sofrendo de demência

Informação foi revelada pelo guitarrista e líder da banda, Steve Lukather, em entrevista

O vocalista Bobby Kimball, conhecido por ter integrado o Toto entre 1977 e 1984 e de 1998 a 2008, está sofrendo de demência. A informação foi revelada pelo guitarrista e líder da banda, Steve Lukather, em entrevista ao site EonMusic.

Lukather disse que segue em contato com Kimball, porém, o vocalista estaria sofrendo da doença mental em questão.

“Ainda converso com ele, Bobby e eu estamos de boa. Ele tem demência. Não está bem. Ele tem 10 anos a mais que eu, então, ele tem 73 anos. Cara, ele viveu bastante.”

O guitarrista, em seguida, detalhou como tem sido o comportamento de Bobby Kimball nos últimos tempos.

“A mente dele tem sido… quando você conversa com ele, ele está normal por um segundo, daí ele começa a falar sobre a infância ou algo do tipo.”

Com relação à tentativa de reunião do Toto com Bobby Kimball, entre 1998 e 2008, Steve Lukather pontuou:

“Bobby, quando está cantando bem, ele era ótimo. Quando ele estava mal, era realmente muito ruim. Ele não ouvia, não encontrava o tom, cantava desafinado. E ele não percebia isso, então as coisas ficaram estranhas e nós rompemos.”

Bobby Kimball recentemente

Nos últimos anos, Bobby Kimball tem se dedicado a realizar apresentações em carreira solo. Alguns vídeos de suas performances viralizaram nas redes sociais por motivos não tão bons – o artista foi alvo de piadas por cantar de forma desafinada e, às vezes, até errar letras e passagens de suas músicas.

Em 2019, o nome de Kimball estampou as páginas policiais após ele ter sido preso em um aeroporto nos Estados Unidos. Na ocasião, o cantor foi acusado de ter se desentendido com policiais e resistido à detenção depois de ser acusado de assediar uma criança.

David Paich e Toto atual

Em outro momento da entrevista, Steve Lukather falou brevemente sobre a situação do tecladista David Paich, que precisou abandonar a turnê mais recente do Toto devido a problemas de saúde.

“Nós (o vocalista Joseph Williams e Lukather) somos os dois únicos caras que realmente querem continuar trabalhando. David não pode, do ponto de vista médico, porque ele não está bem, ele não pode viajar de forma alguma.”

Vale lembrar que o Toto foi forçado a encerrar suas atividades, em 2019, após uma disputa judicial envolvendo a banda e Susan Porcaro-Goings, viúva do baterista Jeff Porcaro, que co-fundou o grupo e permaneceu nele até sua morte, em 1992.

Ao que tudo indica, o caso acabou sendo solucionado em 2020, quando o Toto anunciou seu retorno. A formação atual da banda traz apenas Steve Lukather e Joseph Williams como integrantes fixos. Os demais são: John Pierce (Huey Lewis and The News) no baixo, Robert “Sput” Searight (Ghost-Note, Snarky Puppy) na bateria e Steve Maggiora (Elvis, Moms Mabely) nos teclados.

Foram mantidos, ainda, dois músicos de apoio que já faziam parte dos shows do Toto: o tecladista Dominique “Xavier” Taplin (Prince, Ghost-Note) e o multi-instrumentista e cantor Warren Ham (Ringo Starr). Taplin, inclusive, substituía David Paich nos últimos tempos após seu afastamento por problemas de saúde.

Enquanto o Toto não retorna à estrada, Steve Lukather e Joseph Williams lançaram álbuns solo na última sexta-feira (27): “I Found the Sun Again” e “Denizen Tenant”, respectivamente.

* Foto da matéria: Karl af Geijerstam / Wikimedia / CC-SA 4.0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
35
Share